Recursos Humanos

Como orientar a sua empresa sobre o Coronavírus

11/3/2020

Por

Dr. Thiago Liguori

Jul 21, 2020

Por

Dr. Thiago Liguori

21/7/2020

Como orientar a sua empresa sobre o Coronavírus
Tempo de leitura

A doença provocada pelo novo Coronavírus é chamada oficialmente de COVID-19, sigla em inglês para “coronavírus disease 2019” (doença por coronavírus 2019, na tradução). Essa infecção lembra um resfriado comum, e podem apresentar sintomas como febre, cansaço, tosse seca, dores no corpo, corrimento nasal, dor de garganta e dificuldade para respirar.

Mas a dúvida que fica é: como devemos orientar os colaboradores da empresa sobre o Coronavírus? Quem deve ser orientado a trabalhar de casa? Quais medidas de higiene devemos tomar para diminuir o risco de infecção?

Ainda temos muito a aprender sobre a transmissibilidade, gravidade e outros fatores da doença, logo devemos estar atentos às atualizações, sendo este guia vigente no dia 09/03/2020. As recomendações abaixo seguem o Guia do Centro de Controle de Doenças e Prevenção dos EUA (CDC) e podem ser acessados na íntegra ao final deste documento.

Em primeiro lugar, é muito importante manter a confidencialidade de colaboradores com COVID-19 para evitar a estigmatização e discriminação dos mesmos. A seguir, pontuamos algumas recomendações:

Estimular ativamente para que colaboradores doentes fiquem em casa:
• Recomenda-se que pessoas que possuem sintomas de doença respiratória fiquem em casa e não retornem ao trabalho até a temperatura abaixar de 37,8ºC por 24 horas;
• Assegure que a política de afastamento por doença seja flexível e que estejam de acordo com as recomendações de saúde pública;
• Dialogue com empresas terceirizadas que prestam serviço à sua empresa para que sigam as orientações acima e tenham uma política não punitiva para afastamento por doença;
• Não exigir atestado médico para que os colaboradores possam se afastar do trabalho ou mesmo para a volta à rotina, tendo em vista que os serviços de saúde tendem a não aguentar a demanda aumentada;
• Mantenha uma política flexível que permita que os colaboradores possam ficar em casa para cuidar de um membro da família doente, tendo em vista que pode haver um aumento do número de pedidos neste momento.

Separar os colaboradores doentes:
• A CDC (EUA) recomenda que colaboradores que apresentem sintomas respiratórios ao chegar no trabalho ou comecem a apresentar durante o dia sejam separados de outros colegas e sejam direcionados para casa imediatamente, devendo cobrir nariz e boca com um lenço de papel em caso de tosse ou espirro.

Enfatizar o isolamento domiciliar, etiqueta respiratória e higiene das mãos entre os colaboradores:
• Coloque posters que estimulem isolamento domiciliar, etiqueta respiratória e higiene das mãos na entrada da empresa e em outras áreas de visibilidade;
• Forneça lenços de papel e compartimentos para descarte sem necessidade de abertura com as mãos;
• Instrua os colaboradores a limpar as mãos com solução a base de álcool que contenha pelo menos de 60 a 95% de álcool ou lavem as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos;
• Forneça dispensadores de soluções a base de álcool e sabão no ambiente de trabalho e vários locais para incentivar a higiene. Assegure-se que os estoques dos dispensadores estejam mantidos;

Realizar limpeza do ambiente de rotina:
• Orientar a limpeza frequente de superfícies de contato no ambiente de trabalho, como balcões, mesas, maçanetas e estações laborais;
• Não é recomendado o uso de agentes desinfetantes além dos já utilizados atualmente;
• Forneça lenços descartáveis para que superfícies utilizadas pelos colaboradores (balcões, maçanetas e estações laborais) possam ser limpas antes do uso.

Orientar sobre viagens:
• Colaboradores que regressam de países com nível de alerta 3 (China, Itália, Irã e Coreia do Sul) devem ser orientados a ficar em casa por um período de 14 dias a partir da data de saída do local de risco, mesmo sem sentir sintomas, já que um indivíduo saudável também pode transmitir a doença caso esteja infectado;
• Sugira que os colaboradores avaliem se possuem sintomas antes de realizar qualquer tipo de viagem, devendo ficar em casa sintam febre ou sintomas respiratórios;

Se você faz parte da equipe de Recursos Humanos da empresa em que trabalha, recomendamos informar os seus colaboradores sobre o papo que discutimos acima. Essas informações podem fazer toda a diferença no dia a dia.  Para saber mais, acesse: https://www.piposaude.com.br/blog/saiba-como-se-cuidar-e-evitar-se-contaminar-com-coronavirus

Um último “se”: Se você sente que seu corretor atual não ajuda você ou seu time com informações como essa, saiba que com a Pipo Saúde você tem menos papelada e mais insights! Clique aqui e preencha o nosso formulário para saber como podemos ajudar a sua empresa. Em menos de 24h, a nossa equipe entrará em contato com você.

(Fonte: https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/community/guidance-business-response.html)

Atendente

Pronto para simplificar a gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotação

Posts recomendados