Inteligência artificial no processo de recrutamento e seleção

Publicado em

15/12/2021

Atualizado em

Por

Andresa Araújo

Inteligência artificial no processo de recrutamento e seleção

Você sabe dizer o que significa inteligência artificial no RH? Muito além de bots e predições, essa tecnologia pode transformar o processo de recrutamento e seleção e melhorar a experiência dos candidatos.

Mas esse campo do conhecimento, relativamente novo, ainda gera muitas dúvidas entre os profissionais de RH. 

Será que os recrutadores vão perder seus empregos? É possível humanizar os processos que usam inteligência artificial? Leia sobre isso logo mais.

O que é inteligência artificial

Como a IA é aplicada na área de recursos humanos?

Quais as vantagens e as desvantagens da inteligência artificial no R&S?

A IA vai substituir os recrutadores?

O que é inteligência artificial?

A inteligência artificial (IA) é a utilização de redes neurais tecnológicas, algoritmos e outros métodos para simular a inteligência humana. Ou seja, é fazer uma máquina tomar decisões, semelhante ao seres humanos, mas completamente baseada em dados.

Além da ajuda com a tomada de decisão, esse tipo de inteligência proporciona, aos processos em que está inserida, maior escalabilidade, menor quantidade de erros e redução de custos.

Podemos observar facilmente aplicações com esse diferencial funcionando no nosso dia a dia, como:

  • resultados de pesquisa do Google que seguem o comportamento de navegação dos usuários;
  • tecnologia de reconhecimento facial em alguns smartphones;
  • ‘objetos inteligentes’ conectados em rede, como lâmpadas e a assistente virtual Alexa;
  • sistemas antifraude de apps de bancos e lojas virtuais;
  • chatbots para atendimento ao cliente.

Como a IA é aplicada na área de recursos humanos?

Você acabou de ver várias aplicações da inteligência artificial em vários campos e é claro que o RH não ficaria de fora, não é mesmo?

Na verdade, a IA não é tão revolucionária nessa área. Já faz algum tempo que ela é utilizada — principalmente na triagem de currículos durante o recrutamento. Mas nem todas as empresas já se adaptaram.

Segundo pesquisa do HR Research Institute, em 2019, apenas 10% das organizações fizeram alto uso da IA no período. Parte desse resultado se deve, segundo os respondentes, ao receio de desumanizar os processos de RH com essa tecnologia. 

Já as empresas que usam bastante a inteligência artificial relataram dar preferência por sistemas bem construídos e por profissionais bem treinados, a fim de combater esses pontos negativos.

Em outro levantamento, realizado pelo Instituto de Pesquisa Capgemini, com 400 executivos, foi verificado um aumento de 4% para 28% nos investimentos em IA, no período de 2016 a 2018. 

Ou seja, apesar das limitações, a IA é uma tendência cada vez mais presente no contexto corporativo.

Outras aplicações dessa inovação no setor de RH são: organização de treinamentos, cálculo da folha de pagamento, acompanhamento do absenteísmo etc.

Por exemplo, vamos supor que você adquiriu um software com inteligência artificial para o cálculo da taxa de turnover

À medida que as pessoas se desligam da empresa, o app vai coletando e processando os dados. Com o tempo, ele passa a predizer que colaboradores têm maior tendência a saírem da organização. 

O que traz o benefício de intervir antes que um talento saia ou de traçar o perfil de pessoas que não se identificam com o trabalho em questão.

Mais um cenário aplicável para a IA nos recursos humanos: o uso de chatbots para gestão de benefícios. O candidato pode perguntar ao bot o quanto ele já usou de sessões de terapia online, por exemplo, e o software responde prontamente a partir da base de dados, sem precisar consultar a operadora de saúde. 

Aplicações da IA no processo de recrutamento e seleção

Escolher o candidato que tem mais afinidade com a empresa é o maior objetivo de todo recrutador. 

Mas, na prática, a urgência para o preenchimento da vaga pode prejudicar o processo, aumentando as chances de escolher um candidato não tão adequado para o cargo.

Daí a alta do Recrutamento Inteligente, processo realizado com softwares de testes de perfil comportamental, inteligência emocional e outras características dos candidatos. As plataformas mais comuns são a Kenoby, Gupy e Sólides.

Entre outras ferramentas e aplicações que podem ajudar estão:

  • Crystal: é uma plataforma de gerenciamento de equipes, mas também dispõe de uma funcionalidade que, quando conectada ao LinkedIn, identifica o perfil comportamental provável do usuário e ajuda no recrutamento;
  • Mya: é uma assistente virtual de recrutamento que verifica se o candidato cumpre com os requisitos para o cargo;
  • HireVue: faz a triagem de candidatos por meio de entrevistas de vídeo.

Vale destacar que, do ponto de vista do candidato, também já existem algumas soluções interessantes.

Uma delas é o app Vagas Tech. A partir das informações de localização, salário desejado e perfil profissional, o aplicativo sugere vagas para que as pessoas se candidatem. O que facilita a vida tanto dos profissionais, quanto dos recrutadores.

Além disso, esse mercado também ainda está em desenvolvimento. 

Nos próximos anos, os especialistas esperam o uso de realidade virtual no processo de R&S e criação de pool de talentos de candidatos passivos — aqueles que não estão procurando emprego, mas seriam colaboradores interessantes para a empresa.

Quais as vantagens e as desvantagens da inteligência artificial no R&S?

Agora que você tem um quadro geral de como utilizar a IA no recrutamento e seleção, veja só alguns pontos positivos e negativos da abordagem.

Vantagens

  • aumento da produtividade;
  • maior precisão, menos vieses e mais consistência ao processo;
  • promoção da imagem da empresa, demonstrando sua capacidade de inovação;
  • mais confidencialidade e proteção dos dados;
  • melhora da transparência no processo de R&S;
  • possibilidade de gamificação do recrutamento & seleção;
  • redução do trabalho burocrático e manual pelos recrutadores;
  • aperfeiçoamento do envio de feedbacks e da comunicação, em geral.

Desvantagens

  • risco da criação de um  algoritmo sexista e/ou racista, a depender de como o desenvolvedor do software o programa;
  • complexidade na definição de termos, como que critérios formam “bons colaboradores”;
  • preferência de alguns candidatos pelo R&S mais pessoal e humano.

A IA vai substituir os recrutadores?

Algumas pessoas apontam como desvantagem da inteligência artificial, a ameaça à profissão do recrutador.

Felizmente, não é bem assim.

Imagine que uma empresa utilize uma plataforma de IA e ela predisse, com sucesso, que determinado colaborador iria faltar 8 vezes durante um mês. 

A máquina termina sua função aí, entende? Ela não é capaz — e nem deveria ser — de chamar o colaborador para conversar e resolver o problema. Ela apenas ajuda no rastreamento.

Já o recrutador que, antes analisava manualmente vários currículos, poderá ter a função de entrar em contato com os profissionais que podem estar passando por algum problema pessoal. 

Assim, é possível achar uma solução de forma mais rápida ou, até mesmo, evitar que o problema ocorra. Logo, por mais que pareça contraintuitivo, é assim que a utilização da inteligência artificial no RH ajuda a humanizar a gestão.

Inclusive, esse ponto de vista pode ser aplicado para várias profissões que, no futuro, podem coexistir com a IA, como até a medicina. 

O historiador Yuval Harari, na sua obra “21 Lições para o Século 21", prevê que até médicos — os que costumam lidar com burocracias — podem ser ‘substituídos’. 

Enquanto as máquinas poderão cuidar dos diagnósticos e tratamentos mais simples e lógicos, como a prescrição de antibióticos para uma infecção bacteriana, os médicos poderiam se dedicar às pesquisas científicas, buscando novos tratamentos para as doenças.

A inteligência artificial no RH veio para ficar. Cuidar de atividades operacionais têm deixado de fazer parte do escopo dos gestores. A proposta mais favorável é deixar essa parte para as máquinas e focar na humanização dos processos ou melhorar o planejamento estratégico deles, principalmente do R&S.

O que você achou de entender mais sobre as possibilidades da IA no recrutamento e seleção? Baixe nosso e-book sobre dados para RH e entenda como mais tecnologia pode ajudar nos seus objetivos!

banner dados para rh

Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados