Segurança Psicológica: o que é e como implementar na sua empresa

22/9/2021

Por

Pulses

Segurança Psicológica: o que é e como implementar na sua empresa

A segurança psicológica no ambiente corporativo é capaz de mudar completamente as relações de trabalho. Quando esse sentimento se faz presente, cria-se um clima saudável para o compartilhamento de opiniões, com conforto e tranquilidade por parte da equipe.

Para muitos especialistas, os líderes têm grande responsabilidade em proporcionar essa atmosfera de confiança nas empresas. Se o time de RH trabalha junto, garantem-se condições mais favoráveis na busca pelo objetivo de alcançar o bem-estar emocional dos colaboradores.

Uma pesquisa realizada pela McKinsey mostra que 72% dos colaboradores que percebem ações de suporte, consultoria e comportamentos desafiadores em seus gestores, se sentem inseridos em um clima organizacional satisfatório, frente a 27% quando o cenário é o oposto.

Pensando nisso, nós da Pulses, experts em gestão de pessoas através da escuta contínua, preparamos este conteúdo em parceria com a Pipo para te ajudar a pensar em ações para promover o bem-estar emocional dos seus colaboradores. Confira a seguir!

Neste conteúdo, você vai encontrar:

O que é segurança psicológica

Amy C. Edmondson, professora de liderança e gestão na Harvard Business School, é especialista e referência no tema e em debates sobre como estabelecer a segurança psicológica nas empresas. Para ela, o conceito significa ausência de medo interpessoal.

Isto é, quando as pessoas não têm receio de compartilhar pensamentos e preocupações junto aos colegas.  Para ela, o conceito se manifesta sob 4 esferas diferentes:

  • Expressão;
  • Interação;
  • Aprendizado;
  • Pertencimento.

De forma bem simples, a saúde emocional ganha força se as pessoas podem ser “elas mesmas”, com naturalidade e sinceridade, dentro das organizações. E se você está se perguntando “por que é tão importante levantarmos essa questão no dia a dia?”, nós te respondemos.

Porque esse é um caminho de sucesso para constituir equipes de alta performance, mais produtivas e prontas para trazerem contribuições inovadoras e criativas para a sua empresa.

O Google comprovou isso. A empresa passou anos analisando o que faz um time ser verdadeiramente produtivo, e chegou à conclusão de que é a forma como o trabalho em equipe é realizado e a qualidade do convívio que interferem diretamente nas entregas.

Além do engajamento, a estabilidade emocional de um time de profissionais pode assegurar o atingimento de metas e redução do turnover.

Por que as empresas devem se preocupar com a estabilidade emocional da equipe?

A Pipo apresentou declarações interessantes sobre o que alguns profissionais gostariam que seus gestores e RH soubessem. Podemos dizer que o conteúdo é autoexplicativo sobre o quanto um ambiente psicologicamente seguro pode influenciar positivamente o trabalho.

É um indicador que impacta diretamente no índice de satisfação dos funcionários com o trabalho. O problema desse índice é que os colaboradores que acreditam na liderança têm o dobro de probabilidade de permanecerem na empresa por, pelo menos, mais de um ano.

A conclusão é que a segurança emocional e psicológica — proveniente de uma conjuntura de fatores  culturais e praticados na rotina de trabalho — reforça a qualidade da convivência profissional e a empregabilidade da marca

Outra vantagem consiste na prevenção do silêncio organizacional, gerado por elementos desencorajadores dentro de uma organização, como:

  • medo de feedback negativo dos superiores;
  • crença de que os funcionários sabem menos do que os gestores e diretoria;
  • punição a colaboradores que relatam acontecimentos e insatisfações;
  • visão distorcida sobre profissionais da equipe, quando a empresa classifica toda atitude como favorável ao interesse próprio. 

Promover o bem-estar psicológico proporciona oportunidades para que a voz dos colaboradores seja ouvida. É o caminho para cultivar uma cultura organizacional baseada em transparência e honestidade, valorizando a experiência e a saúde mental dos funcionários.

Qual o papel da liderança

A função dos gestores para possibilitar um ambiente psicologicamente seguro na rotina de trabalho não é cumprida de forma isolada. Estamos nos referindo à cultura de inclusão, com incentivo de atitudes positivas e comportamentos que sirvam de exemplo.

O RH tem parcela fundamental de participação nessa jornada. É ele o responsável por articular formas de fazer com que os times se desenvolvam de maneira conjunta, e isso começa pelas lideranças. 

Segundo dados da MCkinsey, líderes de organizações que investem no desenvolvimento da gestão tendem a demonstrar comportamentos consultivos, solidários e desafiadores (aqueles que, conforme conferimos no início do artigo, favorecem a segurança psicológica).

Os funcionários, por sua vez, têm 64% mais chances de classificarem a alta liderança como inclusiva.  Para se chegar a esses resultados, algumas habilidades são essenciais: 

  • dialogar abertamente;
  • relacionar-se socialmente com a equipe;
  • humildade situacional;
  • explorar divergências;
  • dissolver tensões na equipe;
  • autoconsciência;
  • capacidade de ouvir com atenção;
  • priorizar o sucesso alheio antes do próprio.

É preciso haver consciência de que estamos nos referindo a um processo. E mais: de ações e consequências que necessitam de investimento, envolvimento e tempo para a construção dos efeitos esperados. 

O fato é que o bem-estar emocional e um ambiente corporativo saudável psicologicamente contribuem para o aumento do engajamento dos colaboradores, para o atingimento de metas, para a redução do turnover e para a presença da inovação nas atividades do dia a dia. 

Como chegar a tudo isso? É o que contaremos a seguir.

Como implementar um ambiente seguro psicologicamente na sua empresa

Não há uma fórmula de como fazer com que o bem-estar emocional seja um sentimento presente entre a equipe, tampouco de maneira imediata. Esse é um movimento que depende de planejamento estratégico e de iniciativas eficientes.   

O primeiro passo é: investigar. Qual é o nível de segurança emocional do seu negócio? Você já parou para pensar em como entender se essa é a realidade da sua organização?

O mercado já conta, hoje, com ferramentas especializadas para obter respostas precisas nesse âmbito. É o caso da Pesquisa de Segurança Psicológica da Pulses, que auxilia gestores a visualizar um diagnóstico a partir de questões focadas em aspectos específicos desse valor.

Depois de ter conhecimento sobre o momento da empresa com a análise de resultados, é chegada a hora de partir para a ação. E vale reforçar: apesar de termos algumas sugestões gerais, lembre-se das particularidades de cada organização.

Ah! E se atente às necessidades da sua equipe para buscar insights. A pesquisadora Amy Edmondson recomenda as seguintes atitudes:

  • exponha o trabalho como um problema de aprendizado, e não somente de execução, envolvendo toda a equipe para buscar soluções (por mais simples que sejam);
  • incentive um ambiente em que falhas são permitidas, assumindo que erros também podem ser cometidos por gestores, e que o aprendizado faz parte da interação do time;
  • sem respostas prontas e incontestáveis, é preciso que os líderes instiguem a curiosidade com um estilo indagativo para desenvolver o pensamento da equipe. 

Todas essas são medidas que favorecem a liberdade, e deixam claro que  qualquer pessoa tem habilidades que devem ser reconhecidas e pontos a serem desenvolvidos.

Estimule a coletividade

A estabilidade emocional de uma equipe e, por consequência, sua maturidade nas relações do dia a dia, dependem do potencial de todos como um grupo. 

Thomas Malone, professor do MIT Sloan School, defende que a união de pessoas talentosas em um local de trabalho que fomente discussões participativas entre todos os membros da equipe, possibilita a expressividade de ganhos relevantes, como a inteligência. 

Outro ponto favorável é a diversidade, principalmente se tratando de times que reúnem diferentes gêneros. Também entra na conta a percepção social média das pessoas da equipe: quanto maior a capacidade de visão sobre o que o outro está sentindo, mais inteligência o time irá alcançar

Melhorar as circunstâncias para a exposição de pontos como os citados acima significa dedicar atenção ao bem-estar mental, pois citamos demonstrações que são possíveis apenas em situações de naturalidade e veracidade.

Planeje ações constantes

Como já falamos, ações isoladas não asseguram que os profissionais possam sempre contar com um ambiente seguro, à vontade para se manifestarem sobre suas convicções. É por esse motivo que se faz primordial o acompanhamento de tudo o que é realizado com essa finalidade. 

A interação entre pessoas diferentes, as ocorrências diárias e as definições estipuladas pelo andamento dos negócios têm grandes chances de interferências com mudanças de cenários que muitas vezes se mostram muito previsíveis.

É por essa razão que a mensuração de índices-chave são extremamente consideráveis para tomadas de decisão.

Como medir o bem-estar psicológico da organização

Independente da resposta que sua empresa vai obter, existe apenas uma fonte de informação para medir a segurança psicológica no ambiente corporativo: os colaboradores. É preciso perguntar, ouvir, mostrar abertura para que essa avaliação tenha maior riqueza em detalhes. 

Tenha em mente que há fatores que facilitam, que prejudicam ou que comprometem essa característica imprescindível para o êxito dos seus resultados. Descobri-los é o seu desafio. 

Para seguirmos juntos nessa missão, temos uma recomendação que pode contribuir muito para mensurar indicadores capazes de revelar tudo o que você busca para compreender a atual situação do seu negócio e traçar um plano de ação infalível! 
Confira a pesquisa direcionada e faça o teste com o seu time.

Este conteúdo foi escrito pela Pulses, experts em gestão de pessoas através da escuta contínua.

Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados