Saiba a importância de criar employer branding para startups e conheça 5 táticas

Por

Manoela Mitchell

Por

Manoela Mitchell

Atualizado em

Publicado em

8/6/22

A reputação de uma empresa pode atrair ou afastar bons candidatos. 

Com certeza você já viu posts de pessoas super felizes anunciando novos cargos com um kit de produtos enviados pela empresa. Também já deve ter visto sites como o Glassdoor, que ranqueia as melhores e piores empresas para trabalhar. 

A verdade é que oferecer um salário bom e os benefícios mais básicos não basta.

É aí que entra o employer branding para startups: a construção da sua marca empregadora. Uma ótima estratégia para competir com grandes empresas, que já tem nomes bem consolidados no mercado. Neste artigo, te explicamos esse conceito e apresentamos algumas táticas para a construção de uma estratégia realmente eficaz. 

A importância do employer branding para startup

A ideia é que a sua empresa seja vista como um ambiente onde as pessoas têm vontade de trabalhar. Esse, inclusive, é um dos principais motivos pelos quais essa estratégia é tão importante. Mas não é o único. 

O employer branding para startups é de vital importância, porque uma equipe ineficiente, que não tem fit com a cultura organizacional ou que simplesmente está animada com o trabalho pode prejudicar muito a estabilidade financeira da empresa. Estabilidade que já é delicada devido à alta competitividade e, consequentemente, à enorme carga de trabalho distribuída.

Segundo uma pesquisa da InfoMoney, uma contratação ruim pode diminuir em até 40% a produtividade

Num cenário que 1 entre 4 startups fecha as portas, investir em employer branding é investir no crescimento da sua empresa. E não fazer isso pode custar a sua sobrevivência. 

Mas o employer branding não significa só ter bons candidatos. Ele é importantíssimo para reter esses talentos e evitar altas taxas de turnover, além de ter um impacto no mercado em geral. Esse pode ser, inclusive, o diferencial entre sua empresa e seus concorrentes. 

5 táticas para garantir o básico de employer branding para startup

Alinhe visão, missão e valores

Entender de maneira clara quais são os valores e a missão da sua startup é fundamental, porque permite que você tenha focos mais específicos e consiga atingi-los com mais facilidade.

Isso também é essencial para identificar quais são os candidatos que melhor se encaixam no seu negócio. 

E para fazer esse alinhamento de objetivos gerais e específicos, missão e valores, a melhor ferramenta é construir um canvas de proposta de valor dos seus funcionários (employee value proposition). 

A partir do estudo do seu perfil de funcionário combinado com o mapa de valor da empresa — que envolve todos os itens da sua estratégia de employer branding — é possível encontrar esse alinhamento que vai guiar todo o processo. 

Estabeleça uma cultura organizacional clara

A cultura da sua empresa é a evolução da sua proposta de valor dos funcionários. Além da visão, missão e valores já estabelecidos, você vai definir as pessoas com quem quer trabalhar e a estrutura física do trabalho. É importante lembrar que nesses dois outros itens precisam estar inseridas uma série de questões:

  • expectativas para a performance dos funcionários
  • tom de voz da comunicação corporativa
  • elemento central da cultura
  • entre outros

Esse elemento central é o que vai definir suas características gerais. Uma cultura de poder, por exemplo, é mais vertical, agressiva e centralizadora. Bastante diferente de uma cultura de pessoas que valoriza a equipe de funcionários e suas contribuições (como a Google). Na cultura de tarefas, o importante é resolver os problemas e na de papéis, tudo é muito bem planejado e o foco é no que cada um vai desempenhar. 

Analise o que faz mais sentido para a empresa e para os talentos que você quer atrair e reter. 

Ofereça benefícios personalizados

Vale-Alimentação, Vale-Transporte e plano de saúde são três benefícios considerados básicos. 

Ou seja, se eles são os únicos que você oferece, saiba que provavelmente não está atingindo os melhores candidatos nem está fazendo algo que faça seus funcionários sentirem-se motivados para trabalhar.

Além destes, os mais oferecidos são vale-creche e vale-academia. Porém, não faz sentido oferecer vale-creche se a maior parte dos seus funcionários não tiver filhos. Essa parte tão importante do employer branding não vai ser útil nem gerar valor. 

Segundo o Censo de Benefícios em 2021, esse alinhamento entre benefícios e estratégia foi considerado importante por mais de 90% das empresas que responderam à pesquisa. 

Investigue se, por exemplo, um auxílio-gasolina não seria mais interessante que um vale-transporte. Ou se não seria mais interessante o vale-creche ser substituído por bolsas de estudo. 

Seja transparente

Trabalhar numa startup é uma corrida contra o tempo e muitas vezes é necessário que os funcionários façam tarefas que estão além da sua especialidade. Nem todas as pessoas vão se identificar com esse estilo de trabalho, então é melhor que você seja honesto desde o princípio.

As melhores pessoas para trabalhar com você vão ser as que acreditam no propósito da sua empresa e estão dispostas a arregaçar as mangas porque acreditam que vale a pena em nome da inovação.

Assim, quanto mais honesto você for no recrutamento e no employer branding em geral, mais qualificados os candidatos vão estar para o que você espera deles. 

Reúna esforços de RH com marketing

Normalmente startups não possuem uma grande equipe de RH. Muitas vezes todo o trabalho estratégico e operacional é realizado por uma pessoa ou até pela pessoa CEO da empresa. 

Por isso, reunir as pessoas responsáveis pelo RH com as responsáveis pelo marketing da sua empresa é unir a faca e o queijo para a sua estratégia! Uma parte vai entender muito bem de recrutamento e gestão de funcionários, enquanto a outra vai ter uma enorme bagagem com estratégias de atração e construção de marca. 

Dessa forma você não precisa contratar outros profissionais e pode ser que tenha um resultado ainda melhor! 

Benefícios do employer branding para startups

Conquista os melhores candidatos

Segundo uma pesquisa feita pela Randstad, 94% dos candidatos acompanham a reputação das empresas nas redes sociais antes de escolher uma vaga e para 61% deles a cultura da empresa é mais importante do que o salário oferecido. 

Pensando que muito provavelmente o seu perfil de funcionário seja mais jovem e provavelmente millennial, estar num ambiente de trabalho saudável e onde eles sintam que são aceitos como são é fundamental. Um estudo da PwC mostrou que para 95% deles o equilíbrio entre vida pessoal e profissional é importante. 

Mas eles também querem deixar sua marca no mundo e sentir que pertencem a uma comunidade. E para entender de uma maneira mais profunda quem são esses candidatos ideais, é importantíssimo fazer um estudo de persona. É ele quem vai guiar, inclusive, a proposta de valor como marca empregadora que mencionamos acima. 

Reduz o custo do recrutamento

 Uma vez que você investe na sua marca empregadora e as pessoas começam a conhecer mais sobre o dia a dia da sua empresa, as objeções dos candidatos diminuem. Isso significa que você precisa gastar menos dinheiro com anúncios e menos tempo com networking. 

Além disso, os funcionários que já trabalham com você sentem-se mais valorizados e a tendência é que eles vejam mais vantagens em continuar no emprego atual. 

No cenário ideal, os líderes vão se esforçar mais para tornar o ambiente de trabalho ainda melhor, afinal, é claro que os valores da sua empresa precisam estar presentes tanto na  estratégia de recrutamento quanto na rotina profissional. 

Aumento da produtividade, do número de oportunidades e de vendas

Funcionários valorizados, como citamos no item anterior, são funcionários mais engajados com o trabalho. Eles vão “vestir a camisa” da empresa com mais facilidade e podem se tornar ainda mais pró-ativos.

Também vão falar com orgulho da empresa. Seja para os amigos mais próximos ou fazendo posts nas redes sociais, o que aumenta de maneira orgânica o alcance da marca empreendedora e pode gerar mais oportunidades

Com isso sua cartela de clientes também aumenta, pois eles vão querer ser vistos como empresas associadas à sua. 

6 ideias para melhorar o employer branding da sua startup 

Crie um Medium com textos sobre a empresa

Ter um canal à parte para produzir conteúdos específicos sobre o dia a dia da empresa é uma forma de dizer que você está investindo muito nas pessoas que decidem se candidatar às vagas disponíveis. 

Nessa plataforma, vale produzir textos mais longos para aprofundar em detalhes como a empresa funciona. Uma boa ideia é perguntar aos funcionários quais passagens foram mais significativas durante o seu tempo lá e mostrar o que os candidatos vão poder experimentar caso decidam trabalhar com você. 

Tenha uma estratégia robusta nas redes sociais

O marketing de conteúdo é a estratégia com melhor custo/benefício e a que vai atingir de maneira mais fácil as suas personas causando um impacto positivo. Isso porque são as pessoas interessadas que vêm até você

Além disso, a maior parte das pessoas procura vagas de trabalho justamente nas redes sociais — a exemplo do LinkedIn, a maior ferramenta de negócios gratuita que existe. Caso seja possível, vale a pena inclusive alimentar o seu perfil na rede com conteúdos atrativos e divulgar por lá também as oportunidades existentes. 

O mais indicado, no entanto, é fazer uma estratégia que use diferentes plataformas. Isso ajuda muito na repetição da mensagem, o que faz as pessoas lembrarem-se da sua startup e ainda é possível criar conteúdos que conversem entre si nos diferentes locais. 

Um post no Instagram que convide a sua audiência a visitar o blog ou uma live no Youtube com link para a página da vaga são ótimas maneiras de aumentar a consciência das pessoas em relação à sua marca empregadora. 

Participe de eventos presenciais

Mas nem tudo precisa ser online. Participar de feiras do seu nicho também pode ser uma ótima oportunidade para fazer networking com outras empresas, conhecer os melhores profissionais do mercado e ainda aumentar o alcance da sua marca. 

Faça das entrevistas uma experiência incrível 

Normalmente o dia de entrevista deixa os candidatos tensos, mas já pensou se ao invés dessa ser uma experiência estressante pudesse ser prazerosa e convidativa? 

Para fazer entrevistas presenciais, você pode alugar um restaurante para tirar aquela pressão do ambiente corporativo e fazer quase um “happy hour”. Peça para os candidatos irem com roupas que se sentem confortáveis - ao invés da obrigação (mesmo que velada) de usar roupas formais. 

Assim todos estarão mais disponíveis para se expressarem livremente e você também consegue saber quem tem mais a ver com a sua empresa. 

Caso não seja possível fazer tudo isso presencialmente, faça um evento virtual. Mande um kit com comidinhas, materiais e outros itens para cada um dos candidatos e transforme a entrevista num evento em que eles vão ficar loucos para compartilhar na internet dando recomendações positivas. 

Convide os funcionários para participarem da estratégia

Ter funcionários produzindo conteúdo sobre a empresa dentro do employer branding da sua startup é algo que tende a chamar muito a atenção das pessoas. No entanto, é preciso ter muito cuidado e não impor a participação deles. 

É possível incentivar isso através de ações internas que façam sentido para a sua empresa. Um dia para levar os filhos, por exemplo, ou uma tarde em que todos assistam um filme e façam um debate sobre um tema específico. 

Esse tipo de ação séria, mas descontraída, pode gerar bastante engajamento e um interesse orgânico em compartilhar isso com outras pessoas

Analise a performance da estratégia 

O employer branding para a sua startup precisa ser reavaliado constantemente assim como qualquer outra estratégia. Você pode começar testando as dicas e orientações que delineamos aqui e, com o tempo, ir filtrando as que funcionam melhor para a sua estratégia de negócio. Também é recomendável fazer um plano de contratação para organizar cada etapa e pensar no que é possível fazer — num período de tempo previamente definido. 

Não esqueça de fazer um benchmarking para analisar como está o posicionamento das empresas concorrentes e vá melhorando cada dia mais a sua marca empreendedora. 

Agora que você já sabe como estruturar tudo isso, não deixe de conferir o Kit de gestão de benefícios para startups que ajuda o RH a economizar tempo com as tarefas operacionais para poder se dedicar a estratégias como o employer branding!

Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Pronto para simplificar a gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma demonstração

Posts recomendados