Março Lilás e a prevenção do câncer de colo de útero: o papel do RH

Por

Larissa Reis

Por

Atualizado em

Publicado em

10/3/22

O câncer do colo uterino é o terceiro mais comum entre as pessoas com útero, ficando atrás somente do câncer colorretal e do de mama. A informação é do INCA ― Instituto Nacional de Câncer.

A estimativa para o biênio 2020-2022 é de 16.590 novos diagnósticos de câncer de colo do útero no Brasil.

É para conscientizar sobre a doença que o Março Lilás existe e que empresas, como parte da sociedade, são convidadas a elaborar ações voltadas ao seu quadro de colaboradores.

Neste post, te contaremos um pouco mais sobre a campanha e o câncer de colo de útero, além de compartilhar ideias sobre a responsabilidade do RH.

Você lerá sobre:

A campanha de Março Lilás

Como já deve estar claro para você, Março Lilás é a campanha de prevenção ao câncer de colo do útero: o quarto tumor maligno mais letal para pessoas com útero no Brasil.

A ideia dessa ação é conscientizar sobre a doença e, sobretudo, sobre a prevenção que é feita por meio da realização do exame Papanicolau.

Em geral, a recomendação é para que as pessoas com útero e idade entre 21 e 65 anos façam o exame anualmente, quer tenham vida sexual ativa ou não.

Em caso de recorrência de resultados negativos, o intervalo entre um Papanicolau e outro pode aumentar para uma vez a cada três anos.

Infelizmente, existe um certo "tabu" com relação ao procedimento. Há quem tema o Papanicolau por considerá-lo invasivo ou até doloroso, mas não precisa ser assim.

A informação, inclusive a que chega por meio do Março Lilás, contribui para que as pessoas se sintam mais à vontade e busquem o atendimento médico para avaliações periódicas.

O câncer de colo de útero

O câncer de colo de útero é a doença que resulta da evolução da infecção por HPV ― o Papilomavírus Humano.

O HPV é uma IST, ou seja, uma Infecção Sexualmente Transmissível que afeta a pele ou as mucosas oral, genital e anal das pessoas.

O resultado é o surgimento de verrugas anogenitais, nome dado a verrugas que se localizam na região genital e do ânus, e, em alguns casos, câncer.

Sintomas

Para o Março Lilás, os principais sintomas do câncer a serem destacados são:

  • Dor abdominal intensa;
  • Secreção vaginal desregulada, com forte odor e coloração amarela;
  • Sangramento vaginal intenso intermitente ou após a relação sexual;
  • Surgimento de edemas nos membros inferiores.

É importante entender que o câncer se desenvolve lentamente e, a princípio, os sintomas podem passar despercebidos. Algo que reforça a importância do exame preventivo.

Nos estágios mais avançados, o câncer do colo uterino pode provocar dores intensas na região pélvica e lombar, anemia, alterações intestinais e miccionais.

Como prevenir

A melhor forma de prevenção é evitar contrair o HPV. E como fazer isso? Há duas formas fundamentais:

  • Vacinação;
  • Uso de preservativos (feminino ou masculino) nas relações sexuais. Recomendação válida para relações hétero e homosexuais.

No Brasil, a vacina mais comum é quadrivalente, capaz de combater os quatro tipos de HPV. É oferecida gratuitamente pelo SUS, embora também seja encontrada em centros médicos e clínicas particulares.

A recomendação é que o imunizante seja tomado por meninas com idade entre 09 e 14 anos e por meninos de 11 a 14 anos.

Dados apontam que a vacina consegue prevenir 70% dos cânceres de colo do útero e 90% das verrugas genitais.

Além disso, vale repetir, é importante realizar o Papanicolau anualmente após o início da vida adulta, uma vez que é capaz de detectar alterações pré-cancerígenas.

Tratamento

O tratamento mais comum consiste na remoção da lesão causada pela doença e a destruição das células cancerígenas.

Em alguns casos, é necessária a remoção cirúrgica do útero e/ou da parte superior da vagina. E, a depender do estágio do câncer, procedimentos como a radioterapia ou a quimioterapia podem ser realizados.

Durante e após o tratamento, o acompanhamento médico especializado, assim como o acompanhamento psicológico é recomendado.

A importância do RH para o combate

O papel do RH é fazer a campanha Março Lilás acontecer na empresa de modo a incentivar, sobretudo, a prevenção do câncer de colo do útero.

Você já deve saber que para conscientizar é preciso informar. Embora seja possível encontrar informações sobre esse câncer em diversas fontes, apresentá-las no local de trabalho tem um impacto diferente.

Em geral, o trabalho é visto como um ambiente em que apenas assuntos sérios ganham destaque. Isso significa que, ao abrir espaço para essa conversa, seu RH tem mais chances de chamar a atenção das colaboradoras e colaboradores.

Ainda, o espaço para a campanha ajuda a transformar a empresa em um local capaz de não apenas incentivar o cuidado com a saúde, mas acolher pessoas que estejam vivenciando a doença direta ou indiretamente.

Considere, por exemplo, que a ação do RH pode tornar colegas, líderes e até a alta-gestão mais compreensiva diante de um caso relatado na organização.

Assim, o clima organizacional pode se tornar mais acolhedor e a cultura interna mais humana. Falamos de um trabalho de gestão de pessoas que tem impacto para além do Março Lilás e de seu mês habitual.

Ações práticas de endomarketing

Seu RH deve buscar ações que deem visibilidade ao tema durante todo o mês do Março Lilás, além de motivação para o exame preventivo.

Assim, é possível pensar e colocar em prática estratégias como:

  • Desenvolvimento de uma cartilha com informações relevantes sobre a doença e as formas de prevenção (pode usar este post como referência!);
  • Organização de palestras com profissionais da área abertas;
  • Decoração de Março Lilás usando a cor da campanha em balões, flores, lacinhos e cartazes;
  • Permissão para ir a consultas preventivas mesmo durante o expediente e distribuição de brindes para celebrar o autocuidado.

Importante: As ações da campanha devem ser direcionadas às pessoas com útero, mas abertas a todas as demais.

Cada pessoa que se informa sobre o câncer de colo do útero e sua prevenção pode se tornar um porta-voz sobre o assunto.

Além do mais, envolver todo o quadro de funcionários pode resultar no fortalecimento da marca empregadora, ainda que esse não seja o objetivo principal das ações.

A importância do check-up e o acompanhamento da saúde

Se diagnosticado precocemente, as chances de cura do câncer de colo uterino são de quase 100%. Esse índice depende muito do diagnóstico precoce, porém.

É por essa razão que o check-up anual de ginecologia é tão importante já que permite que o Papanicolau seja realizado e que outras orientações sejam dadas.

Enquanto parte do RH, você também tem um papel importante aqui porque as ações estratégicas podem ir além de incentivar, com base em informação, que as pessoas da empresa se consultem.

A oferta de benefícios em saúde é uma forma ainda mais concreta de incentivar o acompanhamento médico.

Assim, você pode buscar, junto à alta-gestão, a oferta de um plano que cubra consultas básicas, exames e também tratamentos de doenças como o câncer de colo do útero.

A Pipo pode ajudar você e sua empresa a encontrarem o melhor benefício em saúde com base nas demandas da organização.

De quebra, nosso Time de Saúde realiza atendimento online e ajuda mulheres e homens trans a encontrarem uma ginecologista ou um ginecologista dentro da rede do plano.

Quer mais? Estamos sempre falando da saúde dos colaboradores com os RHs. Fique por dentro: assine nossa newsletter!

Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Pronto para simplificar a gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma demonstração

Posts recomendados