O que é outsourcing de RH e como funciona?

Publicado em

1/12/2021

Atualizado em

Por

Larissa Reis

O que é outsourcing de RH e como funciona?

Você já ouviu falar em outsourcing? E sabia que é possível para o RH? Se sua resposta para alguma dessas perguntas foi "não", pode se tranquilizar porque vamos te explicar tudo neste post.

O outsourcing é uma prática que pode agilizar processos e aumentar ganhos. Por essa razão, chama a atenção de tomadores de decisão, inclusive pensando no setor de Recursos Humanos.

Siga em frente com a leitura para saber mais!

O que é outsourcing?

Diferenças entre terceirização e outsourcing

Vantagens e desvantagens do outsourcing

Outsourcing do RH é uma boa alternativa para as empresas?

Como implementar na empresa?

O que é outsourcing?

Outsourcing diz respeito a buscar uma fonte de fora da empresa para a realização de uma tarefa ou serviço. Uma organização é contratada para realizar serviços para a outra.

Sendo assim, falamos da contratação de terceiros para executar um trabalho para a organização e, em geral, fora do ambiente da empresa.

O outsourcing é mais comum em áreas como a TI (tecnologia da informação), contabilidade e finanças, marketing, atendimento ao cliente e RH, estando relacionado a serviços não ligados à atividade principal da empresa.

Diferenças entre terceirização e outsourcing

Você deve estar pensando que outsourcing é muito parecido com terceirização e que, talvez, as palavras sejam sinônimos. Essa semelhança existe, de fato, mas há uma diferença importante.

A terceirização costuma estar relacionada a atividades mais práticas, enquanto o outsourcing tem ligação com serviços que exigem alto nível de qualificação.

Para que fique claro, vamos a exemplos. Muitas empresas terceirizam o serviço de limpeza ou de jardinagem, por exemplo. Em paralelo, buscam o outsourcing para questões que podem influenciar diretamente a tomada de decisões pela alta-gestão.

Assim, ainda que ambos sejam relevantes, o outsourcing diz respeito a algo mais estratégico para os negócios.

Vantagens e desvantagens do outsourcing

Ao dizer que o outsourcing exige alto nível de qualificação, estamos indicando a você que o que acontece é a contratação de especialistas para determinado serviço.

Contar com um time de especialistas em TI no quadro de funcionários, por exemplo, pode ser um desafio. Por isso, se a empresa precisa resolver algo, o outsourcing leva a ela aos profissionais certos sem muita dificuldade.

Isso vale para todas as outras áreas que mencionamos que a prática é possível, inclusive o outsourcing para RH, e não significa que a empresa não precise ter profissionais dessas áreas em seus quadros.

A questão é que contar com especialistas é contar com seu know-how, reduzir custos operacionais, ganhar em produtividade e promover melhor alinhamento com os objetivos de negócio.

Tudo isso é possível porque, com o outsourcing, a empresa contratante não precisa se preocupar com treinamentos ― e nem gastar com eles.

Diferente disso, tem à sua disposição profissionais especializados e habituados ao trabalho, prontos para dar mais eficiência aos processos.

As desvantagens? Bom, como nem tudo são flores, o outsourcing pode diminuir o conhecimento que a empresa tem sobre o próprio negócio, assim como seu controle sobre o que está sendo feito e de que maneira.

Sendo assim, a solução é acompanhar de perto e combinar reuniões de avaliação e alinhamento para se manter à par de tudo o que a equipe contratada está realizando.

Outsourcing do RH é uma boa alternativa para as empresas?

O outsourcing para RHs pode, sim, ser uma boa alternativa. Quando uma empresa opta por esse caminho, faz a contratação de outra organização com profissionais especializados nos processos de Recursos Humanos.

Essa contratação pode ser para que todas as funções do departamento sejam cumpridas pelos especialistas de fora ou apenas algumas delas, o que tende a fazer mais sentido.

Um bom exemplo são os processos de Recrutamento & Seleção, principalmente se o foco é o Talent Acquisition por meio do recrutamento ativo.

Como você deve saber, o sucesso de uma empresa está muito ligado ao seu capital humano e isso tem a ver, entre outras coisas, com um processo de R&S bem estruturado e pautado pela cultura organizacional.

Fazer isso com qualidade pode consumir a equipe interna de RH. Assim, o outsourcing aparece como alternativa para assumir essa tarefa, enquanto o RH da empresa se preocupa com outras questões.

Entre os pontos positivos, destacamos que o outsourcing para RHs tende a ser mais eficiente para encontrar os melhores profissionais para cada vaga e garantir o fit cultural.

Usando outras palavras, o retorno sobre o investimento tende a ser bastante positivo.

Como implementar na empresa?

Tenha em mente que o outsourcing para RHs, ou para qualquer outra área, pode dar errado se não for bem implementado. Por isso, compartilharemos com você alguns pontos importantes para o processo:

Realize um estudo interno

O outsourcing é atrativo e tem muitas vantagens, mas o porquê de sua implementação precisa estar bastante claro.

Se sua empresa tem taxas altas de sucesso em R&S, por exemplo, pode não fazer sentido buscar alguém de fora para realizar essa tarefa.

Além disso, atividades que dependem de grande conhecimento sobre a própria organização não devem ser transferidas a especialistas.

Conheça parceiros em potencial

Lembra-se de que dissemos que o outsourcing se relaciona a questões estratégicas? É preciso encontrar especialistas realmente bons e confiáveis para assumirem tarefas da sua organização.

Assim, pesquise, busque referências, faça comparativos e tome uma decisão embasada quanto a quem contratar para essa parceria. O custo tem que estar atrelado ao orçamento da empresa e ser adequado ao serviço oferecido.

Entenda a importância da integração

Outsourcing não é bagunça. Sem o devido alinhamento entre a organização/equipe contratada e o time interno da empresa, as coisas podem não fluir bem.

O outsourcing não existe para que os especialistas e os seus colaboradores entrem em qualquer tipo de disputa, ok? Até por isso, sistemas e outras ferramentas usadas também podem precisar dessa integração.

Monitore os resultados

Com os passos anteriores sendo devidamente seguidos, a única forma de realmente saber se o outsourcing para RHs está dando certo é coletando e analisando dados.

O monitoramento dos resultados é fundamental para que sua empresa avalie que precisa ser ajustado nessa parceria ou até se o outsourcing não foi a melhor ideia em determinado caso.

Conclusão

Entender o outsourcing é simples porque, de fato, se parece com a terceirização que nossa cultura corporativa já conhece tão bem. A diferença, como vimos, está no nível de responsabilidade e impacto no sucesso dos negócios.

O outsourcing para RHs é uma contratação estratégica e, especialmente por essa razão, deve ser bem pensado para que leve às vantagens esperadas. 

Esperamos que o post tenha te indicado que isso é possível, mas que não vale a pena contratar uma parceria sem identificar a real necessidade.

Você acha que o outsourcing pode ajudar com a redução de custos? Ok, confira nosso e-book sobre gerenciamento de orçamento para RH e confira mais dicas sobre o assunto!

banner gerenciamento de orçamento para rh



Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados