Como a estrutura matricial pode aumentar a produtividade da sua empresa

5/8/2021

Por

Aline Oliveira

Como a estrutura matricial pode aumentar a produtividade da sua empresa

Com tantos modelos de gestão corporativa existentes, é fácil ficar em dúvida sobre o funcionamento de determinados formatos, principalmente dos voltados para grandes empresas, como é o caso da estrutura matricial ou organograma matricial. Já ouviu falar?

Essa espécie de gestão é um modelo mais moderno, híbrido, e está entre dois tipos mais tradicionais, que são o funcional e o divisional. É uma alternativa de gestão muito interessante para empresas que pedem dinamismo nas tarefas, flexibilização de atividades e de colaboradores, e que acredita na convergência de ideias.

Tem interesse em conhecer melhor essa forma de administração nas empresas e quer entender se ela trará vantagens para a organização? Vem com a gente que explicamos tudo o que você precisa saber!

Neste conteúdo, você encontra:

O que é estrutura matricial e como ela funciona?

Para que fique claro o conceito da estrutura matricial, é preciso que você entenda, de maneira geral, como funcionam os dois modelos mais tradicionais que lhe servem de base: a estrutura funcional e a divisional. 

A funcional pode ser entendida como um dos formatos mais adotados e é aquele em que cada setor conta com um líder ou gerente. Já no organograma divisional, não há um gerente por setor, mas sim por projeto, produto, cliente, entre outras divisões que variam de acordo com cada negócio.

Então, a partir dessas características, surge a estrutura matricial, e ela combina elementos dos dois modelos anteriores. Na matricial, a empresa conta com gerentes por departamentos, mas também com os gerentes de projetos

Por que apostar na organização matricial?

Nesse tipo de organização, são formadas equipes com pessoas de setores diferentes para atenderem aos projetos que estão sendo executados pela empresa no momento. Isso é saudável para ter equipes diversas, com visões e experiências diferentes envolvidas em vários projetos.

Com isso, podemos dizer que o colaborador é subordinado a dois líderes ao mesmo tempo, ao do seu setor e ao líder de projetos. É como se você, profissional de RH, tivesse a equipe do seu setor e que essas mesmas pessoas estivessem envolvidas em diferentes projetos executados pela empresa e que envolvem gestão de pessoas, por exemplo.

Assim, cada profissional estaria comprometido com as atividades do setor de RH, mas também no projeto em que está inserido naquele momento. Mas isso não seria muito confuso na cabeça dos profissionais? 

Bom, desde que a empresa deixe claro as funções de trabalho e responsabilidades de cada gerente e os benefícios desse modelo de gestão, não há complicador, pelo contrário. Ah, os benefícios? Continue lendo e confira como são vários.

Quais são os benefícios deste modelo de organização?

A estrutura matricial é vista como um modelo mais moderno e voltado para empresas que acreditam no dinamismo e na convergência de ideias para tocar as atividades. E isso é bastante positivo, pois essas companhias se beneficiam em vários aspectos:

Desenvolvimento de competências

Como o modelo de trabalho matricial permite ao colaborador atuar em duas frentes — no setor e nos diversos projetos — ele acaba se desenvolvendo com habilidades múltiplas adquiridas pelas experiências das duas áreas. Isso é importante, inclusive, para nortear o Plano de Desenvolvimento Individual de cada um.

Mais flexibilidade com os colaboradores

Uma das qualidades mais valorizadas no mercado de trabalho hoje em dia é a flexibilidade dos profissionais, afinal, as coisas acontecem de forma muito dinâmica e ter mente aberta para mudança de cenário é essencial atualmente.

Nesse sentido, uma habilidade amplamente desenvolvida na empresa é a maleabilidade para trabalhar em diferentes frentes de modo ágil e isso traz resultados positivos com ações que precisam de agilidade. Da mesma forma, os profissionais que têm a flexibilidade como uma soft skill se destacam nesse formato de gestão.

Agilidade na tomada de decisão

O gestor de projetos tem autonomia para alterar o planejamento sempre que necessário ou tomar outras decisões fundamentais para a efetividade do projeto sem precisar consultar um outro gestor para isso

Ter essa independência é importante para a empresa de maneira geral, pois o processo ganha agilidade e as atividades não ficam paradas aguardando autorização.

Mais interação entre os setores

Quer algo que impacta mais os processos organizacionais do que a burocracia e a falta de sincronia entre os departamentos? Acredite, isso é um verdadeiro atraso de atividades e impacta toda a capacidade produtiva da empresa.

No entanto, a interação entre as pessoas promovida pela estrutura matricial contribui para que tanto os gerentes quanto os colaboradores trabalhem de forma mais integrada e unida, já que as tarefas estão interligadas entre pessoas que estão envolvidas nas mesmas ações.

Melhor aproveitamento dos talentos internos

Já foi constatado que 27% dos profissionais qualificados pedem demissão das organizações por não se sentirem reconhecidos pelo seu trabalho. 

Mas antes de chegar à demissão, de fato, muitas vezes, o colaborador já passou por todo o processo de desmotivação com a empresa e o desligamento é apenas uma formalização para encerrar seu ciclo de descontentamento. 

Nesse sentido, a estrutura matricial pode ajudar, já que permite aproveitar os colaboradores em trabalhos diferentes e mais desafiadores. E isso, muitas vezes, serve de motivador e lhe dará um novo gás para continuar na companhia.

Pesquisa de clima organizacional

Primeiros passos para implementar a estrutura matricial na sua empresa

Não é fácil mudar o organograma de uma empresa e sabemos bem disso. Por isso, as nossas dicas aqui são para ajudar nos esforços do RH em propor a transformação da hierarquia interna, mesmo em passos iniciais:

Venda a ideia da mudança para a alta liderança da empresa

Se você entende que a mudança de estrutura faz sentido e será eficiente para a companhia, que tal vender a ideia para os diretores e CEO? Nesse momento, é preciso destacar as principais vantagens — e você já conferiu algumas delas — e ressaltar a efetividade desse modelo de gestão no dia a dia.

Identifique os perfis de colaboradores

Montar times de projetos requer diversificar habilidades, já que esse tipo de atividade pede dinamismo, agilidade e, ao mesmo tempo, atenção e muito planejamento. Para mesclar competências, é necessário entender a fundo os perfis do time para que os grupos tenham talentos que se complementam.

Monte um organograma de teste

Quando o assunto é mudanças organizacionais, todo teste é válido antes de estruturá-las de fato. Nesse sentido, é importante entender a percepção dos demais gestores sobre esse modelo de gestão e, após estudadas as habilidades das equipes, montar um planejamento para realizar testes e ver o que é efetivo ou não para implementar esse formato de gestão.

Para finalizar, tenha em mente que é aconselhável procurar uma consultoria especializada nesse tipo de mudança de organograma e bater um papo sobre a estrutura matricial e como implementá-la de forma efetiva e saudável para o negócio. 

Gostou de entender melhor sobre o organograma matricial? Nós temos diversas outras dicas relevantes para a sua empresa no nosso blog! Acesse e conheça!

Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados