O que é Assessment e como funciona?

19/11/2021

Por

Aline Oliveira

O que é Assessment e como funciona?

Diferente do que muitas pessoas imaginam, o assessment não é um recurso único ou uma ferramenta específica de RH, mas sim, um tipo de avaliação executiva na qual pretende-se conhecer melhor o perfil do profissional.

Sendo assim, existem vários formatos de aplicações de assessmet que podem ser direcionados aos candidatos a uma vaga ou a colaboradores que já têm um tempo de empresa e pleiteiam novos desafios ou precisam de novas habilidades, por exemplo.

Por isso, tenha em mente que o assessment é bastante amplo e pode ser utilizado em várias etapas da vida profissional e a fim de auxiliar o RH na elaboração de diversas atividades que ajudam a compreender melhor o perfil das pessoas. 

Aproveite a leitura para entender como esse tipo de avaliação pode ser utilizada, conferir dicas e muito mais!

Neste conteúdo, você encontra:

Entendendo o conceito de assessment

Assessment, em português, significa “avaliação” e se resume em ferramentas avaliativas utilizadas pelo RH para apurar dados dos profissionais e aproveitá-los para ajudar na melhoria do desempenho e promover benefícios para a organização.

Por meio desse tipo de avaliação executiva pretende-se identificar, entre outros:

  • características pessoais dos profissionais;
  • perfis comportamentais;
  • aptidões;
  • habilidades para determinado cargo;
  • desempenho no dia a dia;
  • capacidades a serem desenvolvidas ou aprimoradas pelo colaborador;
  • potencial para liderança.

Com essas possibilidades de aplicação em mente, saiba que o assessment não é apenas uma ferramenta utilizada para testes, mas sim um processo de avaliação que pode ser realizado com vários tipos de testes e em momentos diferentes pelo RH.

Nesse sentido, cabe ao departamento entender as necessidades de cada atividade desenvolvida para identificar a ferramenta de assessment mais indicada para cada objetivo. No próximo tópico detalhamos melhor.

Em quais processos usar soluções de assessment e quais são os tipos

Como são muitas as metodologias de gestão de pessoas, é necessário que o RH tenha uma visão estratégica do contexto e da realidade da empresa para definir a ferramenta mais útil para entregar o resultado que deseja.

Podemos dizer, em outras palavras, que é preciso entender quais são os melhores meios para obter dados dos profissionais e, a partir disso, tomar decisões mais conscientes e efetivas.

Por exemplo: pode-se utilizar a metodologia DISC, como ferramenta de assessment, para avaliar o perfil do profissional durante um processo seletivo. Inclusive, essa é uma das melhores metodologias do mercado para esse objetivo.

Porém, esse mesmo instrumento pode não ser o mais indicado para obter métricas de desempenho do dia a dia do colaborador, sendo necessário planejar outro tipo de abordagem e, consequentemente, fazer uso de outro recurso.

Com isso em mente, confira abaixo alguns dos principais processos em que ferramentas de assessment podem ser utilizadas.

Assessment para aferir cognição e personalidade

Quando o gestor ou profissional de RH pretende entender traços de personalidade, aptidão para o aprendizado, capacidades intelectuais, visão de mundo e valores, por exemplo, deve investir em ferramentas próprias para avaliar esses elementos nas pessoas.

Nesse tipo de abordagem pode ser interessante aplicar a metodologia DISC, como no exemplo acima, e realizar dinâmicas em grupo a fim de conhecer melhor o comportamento do profissional.

Assessment motivacionais

Esse tipo de avaliação permite entender o contexto no qual o profissional deseja estar inserido no curto, médio ou longo prazos. É possível apurar, por exemplo, quais são os objetivos dele na empresa, sua percepção de crescimento internamente, o que o motiva a continuar e o que pode retê-lo.

Esse é um modelo de avaliação que também permite ao RH traçar melhores estratégias para oferecer condições de trabalho mais satisfatórias e condizentes com os desejos dos colaboradores e tornar a empresa uma boa marca empregadora.

Para esse tipo de mensuração podem ser aplicadas avaliações voltadas para pesquisa de clima — para entender se e como as pessoas estão engajadas (ou não) —, assim como as avaliações periódicas por tempo de casa.

Assessment de desempenho

Por fim, não poderíamos deixar de destacar outro tipo de mensuração muito importante no dia a dia organizacional que é a avaliação de desempenho do colaborador. 

Para essa finalidade, boas ferramentas são aquelas que utilizam a metodologia de People Analytics, nas quais cada etapa da jornada do profissional gera dados possíveis de serem coletados e armazenados em sistemas próprios para utilização posterior.

Benefícios do assessment para as empresas

Entender o propósito do assessment e investir em boas ferramentas que têm essa finalidade retorna em benefícios diretos e indiretos para a companhia, pois, além de padronizar os processos, oferece um conhecimento mais completo dos profissionais. A partir disso:

  • é possível mensurar a performance dos colaboradores e ver quem está entregando resultados e quem não está — e, principalmente, por que não está;
  • auxiliar no autoconhecimento dos funcionários e a lidar com seus pontos fortes e fracos;
  • entender como os profissionais enxergam o ambiente e a cultura organizacional;
  • definir metas para as contratações futuras a partir da utilização da ferramenta correta;
  • padronizar as atividades de RH com a definição das melhores estratégias de avaliação.

Diferenças entre testes e assessment

Existem diversos tipos de testes na área de Recursos Humanos, mas, de maneira geral, eles são utilizados com foco em respostas e abordagens mais objetivas, utilizando conceitos, por exemplo, de certo ou errado. Pode-se utilizar também testes de raciocínio lógico, português e redação.

Ainda, existem os testes psicológicos, que só podem ser realizados por profissionais formados em Psicologia e cujo registro de profissão esteja atualizado. 

Nesse sentido, entenda que os testes são utilizados com o objetivo de testar as habilidades e conhecimentos técnicos do profissional — por isso exemplificamos anteriormente que podem ser aplicadas questões práticas de certo ou errado.

Já no caso da avaliação, da qual refere-se o termo de assessment, o foco é gerar relatórios sobre a pessoa, traçar seu perfil da forma mais completa possível (por meio dos seus dados) para definir as próximas ações que envolvem a sua jornada dentro da empresa.

Isso pode significar uma aprovação para a próxima etapa em um processo seletivo, ou para entender se um profissional tem perfil para assumir uma nova posição ou a liderança de uma equipe, por exemplo. 

Perceba, então, que no caso de assessment não existe certo ou errado, e sim, um mapeamento mais completo do perfil para adequar melhor o profissional para o que a organização precisa.

Para encerrar, saiba também que as ferramentas de assessment não devem ser utilizadas para aprovar ou reprovar as pessoas, e sim, para respaldar e oferecer um viés mais concreto e baseado em dados durante um processo de avaliação. 

Por isso, é importante utilizar a estratégia a favor do negócio, mas sem abrir mão do bem-estar e do respeito à jornada do trabalhador.

Você percebeu como os dados são essenciais para a aplicação de assessment e para a tomada estratégica de decisões? Atualmente, eles são insumos valiosos para qualquer RH.

Pensando nisso, temos um material que será bastante útil para você entender como tirar o melhor proveito disso! Aproveite para baixar!

Dados para RHs: como tomar decisões e otimizar gastos


Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados