Pesquisa de clima organizacional: o que é e como aplicar?

15/9/2021

Por

Larissa Reis

Pesquisa de clima organizacional: o que é e como aplicar?

Uma análise subjetiva de uma liderança ou do RH não é o bastante para saber como está o ambiente de trabalho. Por isso, é interessante conduzir uma pesquisa de clima organizacional.

Entender qual o nível de satisfação dos colaboradores é uma escolha estratégica para tornar o clima da empresa mais favorável ao trabalho em equipe e à produtividade, além de favorecer a atração e a retenção de talentos.

Quer entender melhor sobre a pesquisa de clima e descobrir por que essa ferramenta pode ser tão importante? Siga em frente com a leitura!

Neste texto você encontra informações sobre:

O que é pesquisa de clima organizacional?

Para começar, como você já deve saber, o clima organizacional é "um termômetro da satisfação ― ou da insatisfação ― dos colaboradores com a empresa" que reflete a relação entre a empresa, seus funcionários e a cultura organizacional.

Esse clima, que tem a ver com a forma que os colaboradores enxergam a empresa, pode influenciar positiva ou negativamente cada colaborador e equipe.

A pesquisa de clima, por sua vez, é a ferramenta usada para medir o nível de satisfação dos colaboradores da empresa com o ambiente de trabalho. Por meio dela, são avaliados fatores como:

  • remuneração e benefícios;
  • infraestrutura de trabalho;
  • relacionamento com os gestores;
  • políticas de RH e valores da organização.

A importância de medir a satisfação dos colaboradores

Pode ser simples entender o que é a pesquisa de clima, mas por que vale a pena medir a satisfação dos colaboradores da empresa? Será que não basta observar e ver como interagem e agem no dia a dia? A resposta é não.

A análise subjetiva pode ser útil, sobretudo se feita por alguém do RH que consiga avaliar comportamentos. Porém, é interessante buscar respostas claras e objetivas sobre o clima para entender qual a realidade da empresa na visão de seus colaboradores.

Isso porque o capital humano é o ativo mais valioso de uma organização e sua opinião sobre o ambiente de trabalho precisa ser considerada. Do contrário, esse capital humano pode render pouco ou simplesmente trocar de emprego.

Pesquisa de clima organizacional: qual o objetivo?

Com tudo isso em mente, o objetivo da pesquisa de clima é permitir que o RH e as lideranças tenham acesso a informações que orientem ações de melhoria do clima organizacional.

Isso porque, quando bem estruturada, a pesquisa fornece insights para criação de um panorama que identifica eventuais problemas e oportunidades. Algo que faz com que as ações sejam mais estratégicas e certeiras.

Benefícios de aplicar a pesquisa de clima

A pesquisa de clima é uma ferramenta simples, mas que pode ser poderosa se usada corretamente. Confira a seguir alguns dos principais benefícios de sua aplicação pelo RH:

Ganho de produtividade

Um ambiente de trabalho pouco agradável e estimulante afeta o engajamento e a motivação dos trabalhadores. Consequentemente, prejudica a produtividade, a conquista de metas e os resultados.

O inverso também é verdadeiro. Assim, se a pesquisa de clima orienta mudanças positivas, tem tudo para levar ao ganho de produtividade.

Redução do turnover

O turnover ou rotatividade de funcionários pode ser influenciado por diferentes fatores, inclusive o ambiente de trabalho.

Por exemplo, se a convivência com os colegas ou líderes é ruim e se o clima é pouco favorável à inclusão, a vontade de permanecer na empresa é menor.

A pesquisa de clima ajuda na construção de um ambiente mais favorável para que os colaboradores tenham vontade de permanecer na organização, reduzindo a rotatividade.

Isso interessa por diversos motivos, do estratégico ao financeiro. Equipes que se modificam com frequência têm sua dinâmica e produtividade afetadas com frequência.

Além disso, o RH passa mais tempo se dedicando a processos de recrutamento, seleção e treinamento, aumentando os custos da empresa.

Atração de talentos

Além de reduzir o turnover, a empresa que tem um clima organizacional positivo tem mais facilidade para atrair talentos porque constrói uma imagem de ser um bom lugar para trabalhar.

É importante lembrar que a forma como os colaboradores veem a empresa, aquele termômetro de satisfação que mencionamos, ajuda a definir sua reputação de marca empregadora.

Se a reputação é boa, profissionais do mercado que estejam em busca de oportunidades interessantes vão querer entrar no radar da empresa para fazer parte de seus quadros.

Ganho de competitividade

E já que estamos falando de talentos, cabe mencionar aquilo o que todo RH sabe: encontrar bons profissionais pode ser um desafio e contratá-los é um desafio maior ainda.

O fortalecimento da marca empregadora deixa a organização atrativa e, por isso, ocasiona um ganho de competitividade na disputa pelos talentos do mercado.

A pesquisa de clima também tem a ver com isso porque permite que o RH e as lideranças descubram o que a empresa precisa para se tornar atrativa e se destacar da concorrência.

Passo a passo para uma pesquisa de clima de sucesso

A pesquisa de clima é baseada em perguntas ou afirmações simples cujas respostas são baseadas em uma escala de pontuação que indica o quanto cada colaborador concorda ou se identifica com a ideia exposta. Veja um exemplo:

Afirmação: "Me sinto motivado com a empresa e o desafio de mercado".

Resposta:  "Não me identifico - 1 | 2 | 3 | 4 | 5 - Me identifico muito".

Viu como é simples? Acontece que, para a pesquisa funcionar, sua empresa precisa cumprir etapas para criar perguntas ou afirmações que gerem respostas úteis.

Confira o passo a passo a seguir:

  1. Trace os objetivos  ― O RH e as lideranças precisam alinhar quais são as principais dores da empresa porque são elas que precisam ser trabalhadas e melhoradas.

A definição dos objetivos da pesquisa de clima é fundamental para torná-la estratégica e pensar perguntas adequadas ao propósito definido;

  1. Formule as perguntas ― Sendo assim, o segundo passo é criar as perguntas tendo em mente que a ideia é identificar como os colaboradores se sentem com relação a cada questão apresentada.
  2. Planeje o material ― O planejamento inclui decisões sobre a data de realização da pesquisa e sua duração, assim como os responsáveis pela aplicação e análise de resultados;
  3. Aplique a pesquisa ― A aplicação, por sua vez, consiste na divulgação e entrega do material pronto para que os colaboradores possam participar da pesquisa de clima.

Vale lembrar que a tecnologia é sua aliada e que há diversas ferramentas digitais que podem ser escolhidas para otimizar o processo.

  1. Analise os resultados ― O último passo é a análise de resultados. Algo que deve ser feito com atenção e senso crítico para entender como os colaboradores percebem as dores da empresa e definir prioridades na lista de ações para a melhoria do clima.

Conclusão

Sendo sinceros, a pesquisa de clima pode parecer simples demais. As perguntas não são complexas e, por essa razão, é possível inferir que as respostas não vão ser suficientes para orientar uma mudança tão importante na empresa.

Bom, se essa é a sua percepção, acredite: uma pesquisa de clima bem estruturada pode, sim, ajudar o RH e as lideranças a promover um ambiente positivo, melhorar a produtividade, reduzir o turnover e por aí vai.

Esperamos que o post tenha esclarecido essa possibilidade e indicado o caminho para a aplicação de uma boa pesquisa de clima organizacional!

Gostou e quer mais? Confira nossa planilha de clima organizacional com todas as dicas para fazer uma pesquisa, do planejamento aos resultados!


pesquisa-clima-organizacional
Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados