OKRs: o que é essa metodologia e como ela impacta a sua empresa

1/6/2021

Por

Carolina Lais

OKRs: o que é essa metodologia e como ela impacta a sua empresa

Que tal aplicar o mesmo método de definição de metas do Google na sua empresa? 

O OKR (Objectives and Key Results) foi muito importante para que o buscador, que começou pequeno e com poucos funcionários, se transformasse na multinacional que conhecemos hoje.  

Então, acompanhe para entender o que é são as OKRs e como ela pode ajudar a sua empresa!

Aqui você encontra::

O que é a metodologia OKR?

OKR é a sigla em inglês para Objectives and Key Results (objetivos e resultados-chave). Trata-se de uma metodologia de gestão criada na década de 1970 pelo Andrew Grove, ex-presidente da Intel, para otimizar resultados de forma ágil. 

Assim como hoje, o mercado passava por grandes transformações e o Andrew sentiu necessidade de criar um modelo para adaptar a organização para continuar crescendo diante dessas mudanças. 

Ele apresentou essa ideia ao mundo no livro “Administração de Alta Performance” e várias empresas passaram a adotar - e aprovar - o método.

Então, vamos conhecê-lo melhor? Primeiro, é preciso saber o que significa cada letra da sigla para entender como essa metodologia funciona. Vamos lá!

O - Objectives

Quais objetivos a empresa pretende alcançar? Na metodologia OKR, é preciso que os direcionamentos do negócio estejam muito claros e que todos os colaboradores estejam engajados para conquistá-los. 

Não podem existir dúvidas de quais são as metas da empresa. Isso é essencial para que cada integrante da equipe compreenda qual é o seu papel para que a organização atinja os resultados planejados. Para isso, além do objetivo, é preciso que a empresa desenvolva resultados-chave.

KR - Key Results

Como a empresa irá mensurar os resultados? É preciso medir os resultados ao longo do caminho em direção aos objetivos empresariais. 

Essa mensuração é importante para que se compreenda qual é o nível do progresso, ou seja, se a empresa está perto ou longe de alcançar o que se propôs. 

Para cada objetivo, é interessante que se desenvolva de 3 a 5 resultados-chave para guiar a equipe e mensurar quantitativamente (em números) o desenvolvimento do time.

Confuso? Com um exemplo vai ficar muito mais fácil entender:

Uma papelaria virtual quer melhorar a experiência dos clientes. Esse é o objetivo do negócio. É fácil que todos os setores compreendam essa meta, a sua importância e fiquem motivados a alcançá-la, certo?

No entanto, apenas com o objetivo, eles não conseguem identificar quais etapas precisam ser cumpridas para alcançar o resultado e muito menos mensurar como está a experiência dos consumidores. Sendo assim, como eles saberiam que estão perto, longe ou já alcançaram o que queriam?

Para manter a eficiência da sua gestão, a organização desenvolveu os seguintes resultados-chave:

  • aumentar a velocidade do site no PageSpeed de 60 para 90;
  • alcançar o nível “ótimo” na reputação do Reclame Aqui;
  • reduzir pela metade o tempo de resposta aos clientes nos canais da empresa.

Diferença entre metas tradicionais e OKRs

Como vimos, OKR é uma metodologia para otimizar metas empresariais. Diante disso, talvez você esteja se perguntando qual é a razão de tanto entusiasmo em torno do termo. 

A verdade é que existem algumas diferenças fundamentais entre as metas tradicionais e os OKRs. Entenda as principais:

Períodos mais curtos

Geralmente, as metas tradicionais são criadas e geridas anualmente. As OKRs são desenvolvidas e reavaliadas em períodos mais curtos, que variam entre 1 a 6 meses. 

Simplicidade e transparência

OKRs precisam ser desenvolvidos de forma simples para que todos os colaboradores consigam entender os seus objetivos e a empresa possa contar com o engajamento dos times na busca dos resultados.

Além disso, exceto em casos muito específicos, elas podem ser acessadas por todos os funcionários da organização. A transparência é um dos pilares básicos da OKRs e nem sempre essa preocupação existe nas metodologias tradicionais.

Construção coletiva

Apesar de os diretores e lideranças da empresa serem os responsáveis por apontar quais são as prioridades do negócio, a construção das OKRs deve ser feita de forma coletiva. 

Essa estratégia é importante para garantir que as metas vão estar alinhadas com as expectativas e capacidades dos funcionários. 

Essa flexibilidade nem sempre é encontrada em metodologias tradicionais, quando é comum que as metas sejam criadas pelos líderes e repassadas aos demais colaboradores. 

Com o OKR, é necessário que líderes e liderados cheguem a um acordo para que a meta seja definida.

Acompanhamento dos resultados 

Por terem um período mais curto, OKRs exigem um acompanhamento de resultados constante — o que pode não acontecer com metas tradicionais. A grande vantagem dessa atuação é que, se for necessário, os times podem realizar ajustes de forma rápida e baseada em dados

Além disso, o resultado é medido considerando os resultados obtidos e não apenas os esforços realizados para alcançá-los. Afinal, se o setor está trabalhando muito, mas não está conquistando as metas, algo está errado e é necessário entender o que é para resolver. 

Benefícios de utilizar OKRs na sua empresa

Além do Google que já citamos na introdução, várias outras empresas de sucesso, como o LinkedIn, o Twitter e o Dropbox, aproveitam essa metodologia para alcançar os seus resultados. 

Por que será que elas e tantas outras empresas escolheram esse sistema?

Vamos entender os motivos que levam as OKRs a serem tão utilizadas mostrando quais os benefícios elas podem proporcionar para a sua empresa.

Ajuda a definir prioridades

Um dos grandes benefícios de implantar a metodologia OKR é que ela obriga a empresa a definir suas prioridades naquele período. 

Todo o conjunto de objetivos da empresa precisam estar relacionados, conversarem entre si e caminharem para uma mesma direção. Esse foco é essencial para que a organização consiga trabalhar de forma mais eficiente. 

Melhora o engajamento dos colaboradores

Saber o que a empresa espera do seu trabalho, ter metas desafiadoras (mas não impossíveis de serem batidas), tudo isso desperta a motivação dos colaboradores. 

No fundo, todo mundo gosta de ser encorajado a crescer profissionalmente e entregar o seu melhor desempenho, dessa forma, além de ser boa para que a empresa atinja as metas, as OKRs também podem melhorar o clima organizacional. Todos os times podem acompanhar as metas e isso desperta um sentimento de união entre os setores. 

A intenção não é que cada pessoa ou departamento se preocupe apenas com os seus objetivos. Como em uma grande equipe, todos caminham e trabalham para atingir o objetivo maior — o que é ótimo para alcançar as metas e melhorar o bem-estar.

Colabora com o aperfeiçoamento das metas

Como as metas podem ser acessadas por todos os colaboradores da empresa e são discutidas de forma coletiva, fica muito mais fácil identificar erros e realizar melhorias.

Dessa forma, aumentam as chances de que as OKRs estejam alinhadas com a capacidade dos funcionários e aos valores da empresa, ou seja, elas se tornam mais efetivas. 

Reforça a mensuração de resultados como cultura

Um dos pilares da metodologia OKR é a mensuração e trazer esse aspecto para a cultura da empresa promove mudanças importantes. Ao analisar os dados de forma constante, é possível:

  • tomar decisões mais acertadas;
  • entender o que está funcionando e o que pode ser aperfeiçoado;
  • identificar oportunidades de mercado;
  • melhorar a qualidade dos feedbacks e avaliações de desempenho

Passo a passo para criar bons OKRs

Não existe uma receita de bolo e cada organização precisa adaptar a metodologia das OKRs ao seu dia a dia, desafios, necessidades e objetivos. Entretanto, existem algumas boas práticas que podem ser úteis neste momento de implantação: 

Defina objetivos e resultados-chave de forma clara

Um dos primeiros passos é definir os principais objetivos da empresa. Pode ser interessante, por exemplo, ter um grande objetivo para o ano e criar outros objetivos trimestrais. O mais importante é que eles sejam ambiciosos, simples, objetivos e relevantes.  

Além disso, saiba que é possível criar e mesclar os seguintes níveis de OKRs:

  • OKRs para a empresa — que englobam todos os setores e norteiam a estratégia empresarial;
  • OKRs para os departamentos — que são direcionados para as equipes;
  • OKRs individuais — que são metas criadas para cada colaborador.

Depois disso, e sempre em conjunto com os demais colaboradores, lembre-se de criar de 3 a 4 resultados-chave para guiar cada um desses objetivos. 

Implemente de forma gradual

O ideal é que a implantação da metodologia OKR na cultura organizacional seja feita por etapas. Dessa forma, fica mais fácil observar o que pode ser melhorado e acompanhar de perto cada processo.

Uma boa dica é escolher uma área da empresa para começar e ir ampliando o uso conforme os colaboradores forem se adaptando. Afinal, a ideia é simplificar e otimizar, não confundir ou burocratizar a rotina dos funcionários. 

Invista na comunicação com os times

Se todo mundo precisa entender a importância e participar ativamente para que a metodologia funcione, a comunicação interna precisa estar em dia, concorda? O planejamento de comunicação precisa ser bem desenhado para que a OKR tenha o efeito esperado.

Em um primeiro momento, o RH e o setor de comunicação da empresa precisam criar estratégias para apresentar o conceito para os colaboradores e despertar o interesse deles. 

Essa comunicação precisa continuar ao longo de todas as etapas. Além de oferecer os canais para que todos possam opinar sobre as metas, por exemplo, os funcionários também precisam estar por dentro dos resultados obtidos. 

Isso sem contar que em muitos casos, os dados para avaliar o desempenho de determinado OKR precisa ser entregue pelo próprio colaborador. Todos esses detalhes precisam ser definidos com muita atenção.

Ofereça treinamentos

Geralmente, o setor de RH é o responsável por realizar a implantação da metodologia OKR na empresa. Para que isso seja feito com qualidade, talvez seja necessário que profissionais do departamento realizem cursos para aprofundar ou obter os conhecimentos necessários para essa missão.

Depois disso, vai ficar muito mais fácil replicar esse conhecimento para os demais colaboradores.

Faça acompanhamentos de forma constante 

Acompanhar regularmente é indispensável para conseguir ter bons resultados com as OKRs. De nada adianta planejar tudo e não fazer a análise do que está sendo feito para entender o que está dando certo e como é possível melhorar. 

Como as definições dos resultados-chave são quantitativos, realizar a mensuração não é nada complicado. 

Se um dos um dos KR era gerar em 25% a taxa de abertura de e-mail para um determinado fluxo de nutrição, por exemplo, basta analisar os relatórios do software de envio de e-mail para verificar o andamento.

Dê notas aos OKRs 

Após analisar o desempenho de cada resultado-chave, é importante dar uma nota para os OKRs. Cada empresa pode definir como irá realizar essa avaliação, mas geralmente isso é feito por meio de porcentagens.

Alcançar 100% da meta é algo quase impossível, principalmente se o objetivo foi criado de forma ousada. Por isso, na maioria das organizações, alcançar 60% ou 70% do que foi proposto significa que o OKR foi realizado com sucesso.  

Quando o percentual fica abaixo disso, é interessante parar para verificar o motivo disso ter acontecido e o que precisa ser feito para melhorar.

Principais erros na hora de traçar metas

A implantação da metodologia OKR é um ciclo contínuo e é muito natural errar durante essas etapas. Como acontece em qualquer método ágil, a intenção é que as melhorias sejam realizadas de forma contínua. 

Entretanto, para que você ganhe tempo e possa otimizar a construção das suas metas, separamos alguns erros comuns que merecem a sua atenção. 

Criar objetivos irrealistas 

Os objetivos precisam ser ousados para inspirar o crescimento da empresa e motivar os colaboradores. Porém, é muito importante tomar cuidado para não criar metas irreais, que não fazem sentido para o momento do negócio. 

Ao invés de engajar, esse tipo de OKR pode frustrar os funcionários e isso ninguém quer, não é mesmo? 

Definir muitos resultados-chave por objetivo

Outro ponto que merece sua atenção é a quantidade de resultados-chave para cada objetivo. Incluir muitos KR pode confundir os colaboradores e tornar o processo de mensuração muito trabalhoso.

Da mesma forma, não é bom exagerar na quantidade de objetivos criados. É sempre bom lembrar que um dos princípios da metodologia é a simplificação, ou seja, a objetividade das metas. 

Não acompanhar os resultados periodicamente

Nós já falamos, mas vale a pena repetir. Deixar de acompanhar os indicadores para saber o progresso dos trabalhos que estão sendo executados é um erro gravíssimo. 

Deixar de atualizar as metas 

O processo de planejamento, execução e mensuração das metas de uma empresa é extremamente dinâmico. É muito importante compreender isso para não se fechar para novas ideias e mudanças que podem existir ao longo desse caminho. Tudo pode mudar e revisões são bem-vindas! 

Se o objetivo criado não faz sentido ou se um colaborador observou que é existe outro resultado-chave mais indicado para direcionar o setor para a meta, excelente. Reúna a equipe para discutir essas mudanças. 

Entendeu o motivo de tantas empresas de sucesso terem aderido aos OKRs? Se feito corretamente, essa metodologia pode fazer com que as metas sejam definidas em um período de tempo mais curto, de forma mais objetiva, transparente e eficiente.

Além da administração de metas, se tem uma coisa indispensável para o sucesso de qualquer negócio é a saúde dos funcionários.

A Pipo Saúde é especialista no assunto e pode fazer uma verdadeira revolução nos benefícios de saúde da sua empresa. Conheça melhor o nosso trabalho para entender como! 

Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados