Processo de admissão: o que é e como estabelecer para a sua empresa

17/11/2021

Por

Larissa Reis

Processo de admissão: o que é e como estabelecer para a sua empresa

Assim que a pessoa que se candidatou a um emprego recebe um e-mail ou ligação de aprovação, para a empresa, o processo de admissão inicia sua fase final: a burocracia da contratação.

No contexto corporativo, admitir é reconhecer alguém como parte da organização. Neste post, você vai entender melhor o que esse processo abrange e como estruturá-lo em sua empresa. Confira!

Neste conteúdo você encontra:

O que é admissão?

O processo de admissão engloba desde o recrutamento e seleção e culmina com a assinatura do contrato, da carteira de trabalho e de outros registros necessários.

Assim, a admissão é complexa e tem várias etapas que demandam planejamento e boa estrutura para tudo correr bem.

E quando falamos em "tudo correr bem", nos referimos à parte da escolha dos profissionais ideais para as vagas e às questões burocráticas que garantem a legalidade da contratação e os direitos da empresa e dos colaboradores.

Atualmente, o processo de admissão pode acontecer até mesmo online, o que permite que a empresa abra vagas 100% remotas e contrate gente de qualquer localidade.

Etapas do processo de admissão

Como dissemos antes, a admissão é complexa porque envolve diferentes etapas e cada uma delas demanda atenção estratégica do RH. Veja só:

  • Descrição da vaga

Antes de qualquer coisa, os detalhes da vaga precisam ser bem pensados em conversa entre lideranças e RH. Os requisitos e responsabilidades devem ser descritos de forma clara.

Isso aumenta as chances de que somente profissionais com perfil compatível se candidatem;

  • Definição de benefícios

Toda contratação é uma via de mão dupla e os profissionais também esperam algo das empresas para as quais se candidatam. Assim, além do salário, o RH precisa alinhar quais benefícios serão listados para atrair candidaturas.

Dica: listar benefícios obrigatórios como se fossem "extras" não é interessante, viu? Entretanto, estes podem ser mencionados a título de informação;

  • Publicação da vaga

Para o processo de admissão, o RH precisa definir em quais canais fazer a divulgação da vaga e isso é mais importante do que parece.

Ainda que a empresa possa contar com o compartilhamento do post nas redes (você já deve ter visto como esse tipo de oportunidade circula bem), também convém buscar canais em que os profissionais desejados estão.

Assim, vale considerar plataformas especializadas na divulgação de vagas e redes profissionais como o LinkedIn também;

  • Acompanhamento de candidatos

À medida que pessoas interessadas em preencher a vaga surgem, dúvidas aparecem também. O processo de admissão engloba acompanhar esses profissionais de modo a sanar eventuais dúvidas e conduzi-los em cada etapa.

Isso vai desde o fornecimento de informações sobre data, horário e local de entrevistas até as orientações sobre quais documentos são necessários para concretizar a admissão, prazos e outros detalhes;

  • Elaboração do contrato

É comum que empresas tenham contratos prontos que servem de base para cada nova admissão. Porém, é importante lembrar que algumas negociações podem ocorrer e que detalhes precisem ser modificados.

As obrigações de ambas as partes precisam estar bem descritas para que os direitos de ambas as partes sejam protegidos.

Qual a importância de um processo de admissão bem estruturado

Agora que você conhece as etapas da admissão, deve entender melhor por que esse processo precisa ser bem estruturado. Em todo caso, queremos destacar alguns pontos.

Gestão de pessoas

A forma como uma empresa estrutura seu processo de admissão impacta sua imagem positiva ou negativamente. Isso, por sua vez, interfere na sua capacidade de atrair e reter talentos.

Um bom processo contribui para um bom fit cultural, ou seja, para que o perfil dos candidatos e dos contratados esteja bem alinhado com o perfil da empresa.

Quando isso acontece, a adaptação se torna mais simples, os profissionais se sentem mais motivados e a rotatividade de funcionários tende a ser menor.

Burocracia e direitos

Ainda, a admissão demanda um contrato bem redigido e que todas as etapas burocráticas ― assinatura de documentos, comunicação ao eSocial e outras ― sejam feitas no prazo certo.

Dessa forma, a empresa garante os direitos dos colaboradores e também os seus, minimizando riscos futuros de processos trabalhistas por erros na documentação.

Documentos obrigatórios para admissão de colaboradores

E por falar em documentação, o RH precisa saber quais são os documentos obrigatórios para o processo de admissão e solicitá-los aos profissionais aprovados na seleção. São eles:

  • Carteira de Trabalho;
  • Cópia da carteira de identidade;
  • CPF (Cadastro de Pessoa Física);
  • Carteira de inscrição no PIS/Pasep;
  • Título de Eleitor;
  • Certidão de Nascimento e Casamento;
  • Certificado de Reservista ou de dispensa do serviço militar (para homens);
  • Carteiras profissionais dos órgãos de classe (é o caso da OBA, por exemplo).

Além do mais, a empresa tem direito de solicitar que o profissional passe por um exame admissional para se certificar de seu estado geral de saúde e adequação à função a ser exercida.

O que muda com a nova lei trabalhista

A Reforma Trabalhista já não é tão nova assim, mas ainda gera dúvidas. Quando entrou em vigor, em 2017, a "nova lei trabalhista" promoveu mudanças que afetam algumas regras para a contratação. Confira:

  • O home office passou a ter previsão legal e o texto da CLT agora apresenta detalhes quanto a isso;
  • O famoso "bico" foi regularizado como trabalho intermitente e, desde então, há regras claras para esse tipo de contratação;
  • As Convenções Coletivas de Trabalho têm prevalência sobre a CLT.

Isso significa que, para cada contratação, o RH precisa consultar a Convenção ou Acordo Coletivo firmado e conferir possíveis regras diferentes em relação à CLT para, então, finalizar o contrato.

Admissão de colaboradores online: é possível?

Logo quando explicamos o que é admissão, apontamos que é possível conduzir o processo online. Para tanto, além de uma estrutura clara e bem definida, o RH precisa contar com algumas ferramentas.

O mais interessante é contar com sistemas que favoreçam a digitalização do processo para que documentos sejam enviados e assinados dessa forma.

Quanto a isso, ressaltamos duas dicas: lembre-se de que a Carteira de Trabalho e Previdência Social Digital já existe e que a empresa pode buscar serviços de assinatura online.

Cada vez mais, a tecnologia tem feito parte das rotinas do RH e se abrir para isso pode otimizar várias de suas responsabilidades, inclusive a própria admissão.

A estruturação do processo de admissão também depende da disponibilidade de recursos. Baixe nosso e-book sobre gerenciamento de orçamento para RH e prepare-se!

Gerenciamento de orçamento para RH


Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados