Recursos Humanos

Coronavírus e meu plano de saúde

18/3/2020

Por

Pipo Saúde

Jul 21, 2020

Por

Pipo Saúde

21/7/2020

Coronavírus e meu plano de saúde
Tempo de leitura

O SUS tem tido um papel protagonista na contenção e no tratamento dos casos de COVID-19 no nosso país e agora pode contar com a ajuda do sistema particular. A ANS determinou em 12/3 a inclusão do exame de detecção do coronavírus no Rol de Procedimentos obrigatórios, dessaturando a rede pública e facilitando o foco do sistema gratuito nas pessoas que não têm plano de saúde – normalmente um grupo com maior vulnerabilidade sócio-financeira.

Na quinta passada, a Agência Nacional de Saúde determinou que o exame de detecção do coronavírus – SARS-CoV-2 (CORONAVÍRUS COVID-19) – pesquisa por RT – PCR (com diretriz de utilização) – seja incluído no Rol de Procedimentos obrigatórios dos planos de saúde 📃. Isso quer dizer que todos os beneficiários de planos com segmentação ambulatorial (que dá direito a consultas, exames e terapias) 👩‍⚕️ e/ou hospitalar (que dá direito a internação) 🏥 ou de referência têm o direito de fazerem esses exames na rede particular.

A cobertura do exame, porém, só é obrigatória quando o paciente se enquadrar na definição de caso suspeito ou provável de doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19) definido pelo Ministério da Saúde e tiver uma indicação médica. O entendimento sobre o que são casos suspeitos ou prováveis pode ser alterado a qualquer momento porque ainda estamos em processo de descoberta das características do vírus, mas, até agora, as diretrizes estão assim:

De acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde, são casos suspeitos:

Situação 1: pessoas com febre (acima de 37,8ºC) E pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, batimento das asas nasais entre outros) E histórico de viagem para área com transmissão local, de acordo com a OMS, nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas.
Situação 2: pessoas com febre (acima de 37,8ºC) E pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, batimento das asas nasais entre outros) E histórico de contato próximo de caso suspeito para o coronavírus (2019-nCoV), nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas;
Situação 3: pessoas com febre (acima de 37,8ºC) OU pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, batimento das asas nasais entre outros) E contato próximo de caso confirmado de coronavírus (2019-nCoV) em laboratório, nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas.

📢 (contato próximo: estar a 2m de um paciente com suspeita por um período prolongado sem equipamento de proteção individual e cuidar, morar, visitar, compartilhar área ou ter contato direto com fluidos corporais)

E são casos prováveis:
Situação 4: pessoas com resultado laboratorial inconclusivo para 2019-COV;
Situação 5: pessoal com teste positivo em ensaio de pan-coronavírus;

Tá sentindo esses sintomas, mas eles são fracos? Fica em casa pra evitar aglomerações em locais públicos e, assim, aumentar a chance de se contagiar (melhor não correr o risco de ficar doente no caminho para o atendimento ou na sala de espera). A recomendação da OMS é procurar um médico somente se os sintomas estiverem fortes. Ainda assim, se for necessário procurar assistência, a opção mais prudente é uma unidade de saúde, não um pronto-socorro. (Para entender qual credenciado da sua rede te atende nesse quesito, consulte a sua operadora de saúde. Ou, se a corretora da sua empresa for a Pipo, manda sua pergunta pra gente! 😎).

Se o seu exame der positivo, fica tranquilo(a) que o seu plano de saúde cobre o tratamento, de acordo com a segmentação (como falamos lá em cima). É importante ressaltar que ainda não existe nenhum tratamento específico para o Coronavírus, mas os pacientes diagnosticados têm o direito de receber medicamentos para aliviar os sintomas (ambulatorial) e serem internados se for necessário (hospitalar). Além disso, a indicação geral, é ingerir bastante líquido e ficar em casa, em repouso.

No mais, pessoal, mantenham as medidas de prevenção: cubram o rosto com o braço pra espirrar, lavem as mãos com dedicação, abusem do álcool-gel, cumprimentem as pessoas à distância (namastê, toque de pés, saudação vulcana, como vocês preferirem) e etc. E também acompanhem a gente nas redes sociais pra saber mais informações! Nosso médico da casa está sempre on-line pra tirar as dúvidas de vocês (teve live ontem no nosso insta e vai ter de novo em breve!). Vamos estar aqui pra orientar vocês. 💙

Se você faz parte da equipe de Recursos Humanos da empresa em que trabalha, recomendamos informar os seus colaboradores sobre o papo que discutimos acima. Essas informações podem fazer toda a diferença no dia a dia.  Para saber mais, acesse: https://www.piposaude.com.br/blog/saiba-como-se-cuidar-e-evitar-se-contaminar-com-coronavirus

Um último “se”: Se você sente que seu corretor atual não ajuda você ou seu time com informações como essa, saiba que com a Pipo Saúde você tem menos papelada e mais insights! Clique aqui e preencha o nosso formulário para saber como podemos ajudar a sua empresa. Em menos de 24h, a nossa equipe entrará em contato com você.

Atendente

Pronto para simplificar a gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotação

Posts recomendados