Colaborador com ansiedade e depressão: como o RH pode identificar?

7/6/2021

Por

Andresa Araújo

Colaborador com ansiedade e depressão: como o RH pode identificar?

Você sabe diferenciar quando os seus colaboradores estão desmotivados no trabalho ou quando existe a chance de ser ansiedade e depressão?

Identificar as duas situações não só ajuda a cultivar e cuidar dos seus talentos, como a manter a saúde financeira da empresa.

No Brasil, em 2016, foram mais de 75 mil afastamentos por causa da depressão e, em 2019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) verificou que temos o maior número de pessoas ansiosas do mundo: 18,6 milhões de brasileiros ou 9,3% da população mundial.

Leia mais e entenda como o RH pode identificar a ansiedade e cuidar melhor dos seus colaboradores.

Aqui, você vê:

O que é ansiedade?

A ansiedade é uma sensação de apreensão, como o medo e a antecipação de uma ameaça futura. Sobrecarga de tarefas e falta de reconhecimento, por exemplo, podem deixar os colaboradores ansiosos e com medo da possibilidade de serem demitidos.

Além disso, é comum perder parte da capacidade de focar em uma única tarefa, se distrair mais facilmente e também ter dificuldades para memorizar.

Adicionalmente, pode se estender para atividades exteriores ao trabalho, resultando no medo de se expor a situações sociais, como escrever, passear e comer — o que é caracterizado pela fobia social.

O que é depressão?

Apesar da ansiedade frequentemente vir junto com depressão, é importante ressaltar que elas não são as mesmas patologias. Um colaborador deprimido, geralmente, perde o interesse e o prazer em realizar as suas atividades. 

Por isso a sensação de que ele procrastina, sente dificuldades nos relacionamentos e hesita em tomar decisões. 

O excesso de demandas e a falta de reconhecimento, mais uma vez, podem ser gatilhos para esse transtorno mental. Assim como discriminação, relacionamentos hostis, competitividade excessiva e baixo retorno financeiro.

Além disso, a depressão é fator de risco para várias outras doenças crônicas, como hipertensão e infarto. 

Pandemia, home office e saúde mental

Por se tratar de um contexto de pandemia e distanciamento social, a maioria dos colaboradores vivem algo muito longe do que é um home office tradicional, o que aumenta mais ainda o risco de ansiedade e depressão.

Com as escolas fechadas, cuidar das crianças, de si, do trabalho e da casa virou um desafio forçado, pois ninguém se preparou para essa realidade. 

Assim, salvo as exceções, os profissionais estão sempre em estado de alerta, em fadiga pandêmica, com saúde mental no trabalho deficitária e baixas taxas de dopamina, o hormônio da felicidade. 

Além do dia a dia no trabalho, as atividades de lazer também estão atreladas aos computadores, dado o cenário persistente de isolamento social, o que se ilustra pelas confraternizações online e os cafés virtuais. Por isso, cada vez mais, começamos a ouvir falar de pessoas sofrendo de fadiga por videoconferência.

Por fim, o excesso de notícias ruins e a alta carga de informações da Internet podem preencher o nosso cérebro em uma dimensão com potencial de levar à desestabilização emocional, desencadeando também ansiedade e depressão. 

Como prevenir a ansiedade e depressão no trabalho

Quando falamos de ansiedade e depressão no trabalho, precisamos falar sobre os fatores controláveis e os não controláveis. A pandemia, crises econômicas e até a fase em que a empresa se encontra pode predispor quadros de ansiedade e depressão e são fatores muito difíceis de serem controlados.

Por outro lado, o tempo pode ser gerenciado e é recomendado destinar boa parte dele ao autocuidado. Veja como:

Tentar se alimentar bem e realizar exercícios

A dieta equilibrada e o corpo condicionado proporcionam um organismo protegido de várias doenças. Estudos como os da Universidade de Melbourne associaram certos alimentos com a redução de até 35% das chances de desenvolver depressão, como legumes e verduras.

Parar de ‘viver para trabalhar’

É comum que, em certos momentos da vida, o trabalho se intensifique, no entanto, é preciso lembrar que o corpo precisa de um descanso, afinal, trabalhar não é tudo.

É muito importante que os profissionais tenham a oportunidade de praticar hobbies e priorizar um tempo para ‘retomar o fôlego’ durante a semana. 

Distrair-se com filmes e livros

Opte por assistir filmes e ler livros, eles transportam as pessoas de suas realidades para alguma história cheia de emoções e entretenimento positivo. Dessa forma, o nosso cérebro desliga, mesmo que por um tempo, do mundo de informações que estamos vivendo.

Como o RH pode identificar colaboradores com ansiedade e depressão

É muito importante frisar que no mundo ideal, os próprios funcionários teriam condições de prevenir os transtornos mentais. Acontece que, muitas vezes, é muito difícil para quem sofre desses transtornos entender o que está acontecendo ou se abrir. Afinal, existe um estigma muito grande em torno desse assunto.

Por isso, conheça algumas dicas que podem ajudar você a identificar e ajudar esses profissionais:

Identifique mudanças de comportamento

Busque traçar uma linha de base de desempenho e comportamento das equipes. Quando detectar uma queda importante de performance, marque um papo com aquele colaborador para entender o que está acontecendo.

Dê meios para que os próprios colaboradores também identifiquem o problema

Inclua treinamentos de saúde para os profissionais e capacite os líderes de equipe. Assim, será mais fácil para eles reconhecerem alguns sinais como irritabilidade e falta de motivação. 

Uma boa dica, também, é oferecer benefícios de saúde mental, facilitando assim o acesso à psicoterapias e terapias holísticas, como a Zenklub e a Vittude, parceiras de saúde mental aqui na Pipo.

Aproveite as pausas

O cantinho do café ou a copa são ambientes excelentes para ter uma conversa mais aberta com colaboradores ansiosos. Pratique a comunicação não-violenta e a empatia para essa abordagem, que deve ser humana e não calculada.

5 ações para amparar colaboradores com a saúde mental fragilizada

Se você identificou um ou mais funcionários com sintomas de ansiedade e depressão, além de incentivá-lo a buscar atendimento médico, procure tomar parte também. Observe como você pode fazer isso:

Crie e mantenha um canal de comunicação aberto

Quando estamos com um problema, é confortante ter a quem recorrer. Por isso, esteja disponível para que o colaborador que se encontra ansioso ou deprimido se sinta livre para acionar você e o RH em caso de ajuda.

Invista em benefícios de saúde mental e física

Considere a oferta de benefícios de saúde física, mas, principalmente, benefícios de saúde mental. Eles, além de não representar um alto custo para a empresa, agregam muito valor no processo de recrutamento e seleção por facilitar o acesso dos colaboradores à profissionais de saúde mental.

Ofereça, também, benefícios relacionados ao bem-estar como encontros com profissionais de saúde, gestão laboral com sessões de mindfulness e quick massage, parcerias com academias, happy hour, entre outros.   

Reforce o sentimento de pertencimento

Além de reconhecer o trabalho dos funcionários, estimule o senso de pertencimento, mostrando que eles são importantes para a empresa. Plano de carreira e endomarketing, por exemplo, são boas práticas para profissionais mais engajados e motivados.

Reveja expectativas

Seja realista com as metas. Conheça os colaboradores e estipule objetivos viáveis, caso contrário a frustração poderá afetar mais ainda a produtividade deles.

Saiba quem ainda não está familiarizado com o home office, trabalhe nas lacunas para, só assim, estabelecer propósitos maiores.

Capacite a equipe para possíveis mudanças

Esse período de instabilidade da pandemia, por si só, provoca apreensão devido às mudanças. Naturalmente, tendemos a ter medo do que não conhecemos, por isso proponha treinamentos e ajude os colaboradores a se apropriarem das transformações. 

Dessa forma, é preciso entender o RH como um aliado dos colaboradores que sofrem com ansiedade e depressão.

Se a sua empresa sofre com essa dor, nós podemos te ajudar! A Pipo Saúde é uma corretora de saúde, conheça o nosso site e descubra como podemos potencializar o bem-estar dos seus colaboradores.

Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados