Gestão de pessoas: o que é e qual a sua importância para as empresas?

6/9/2021

Por

Aline Oliveira

Gestão de pessoas: o que é e qual a sua importância para as empresas?

Você sabia que uma equipe engajada pode vender 20% a mais do que um time que não está engajado, de acordo com uma pesquisa recente feita pela Gallup? E os ganhos não param por aí: a empresa consegue reduzir as taxas de absenteísmo em 40% quando conta com pessoas comprometidas.

Mas como promover esse engajamento que eleva não só os números da organização, como o potencial e o bem-estar de cada trabalhador? Promovendo uma boa gestão de pessoas! 

O coração de toda empresa é o time que ela possui e se essas pessoas não forem bem geridas, não há resultados positivos para nenhum dos lados. 

Com isso em mente, se o seu objetivo é melhorar a performance da sua equipe e promover benefícios para todos, precisa entender não só como fazer gestão de pessoas, mas como fazer isso de forma estratégica. Vem com a gente!

Neste conteúdo você encontra:

O que é gestão de pessoas

A palavra gestão vem do latim “gerere” e significa levar, produzir ou carregar algo sobre si. Compreender conceitos etimológicos pode ser irrelevante para muitos, mas saiba que no contexto de gestão de pessoas, entender a raiz da palavra faz toda a diferença, pois ela define exatamente a sua essência: a responsabilidade de conduzir pessoas.

Na prática organizacional, a gestão de pessoas é a área responsável por melhorar a administração de pessoas com práticas e estratégias focadas no ativo mais importante de uma empresa, que são os colaboradores.

Sendo assim, o conceito de gestão de pessoas é estendido a um setor dedicado exclusivamente em elaborar uma série de ações para promover o desenvolvimento e bem-estar dos funcionários.

Essas estratégias são pensadas tanto com o objetivo de aprimorar o desempenho nas atividades desenvolvidas pelo colaborador, quanto no âmbito comportamental, que diz respeito ao relacionamento com as outras pessoas dentro da empresa.

Geralmente, essas ações são adotadas por uma área dentro do próprio departamento de Recursos Humanos, mas, ao longo deste artigo, você verá que gerir as pessoas não é apenas uma atividade departamental e sim, de toda a estrutura organizacional.

5 principais pilares da gestão de pessoas para empresas

A gestão de pessoas para empresas é um tema estudado há muitos anos e, ao longo do tempo, vários especialistas listaram seus pilares para ajudar na melhor promoção desse processo nas organizações. Acompanhe alguns dos principais:

1. Motivação

Não é à toa que esse é, considerado por muitos, o primeiro e mais importante pilar. Tanto é que você percebeu no início deste texto como a motivação e o engajamento são capazes de elevar os resultados de forma considerável, não é mesmo?

A motivação é aquilo que move os colaboradores a buscarem a sua melhor performance e a vestirem a camisa da empresa. Além de não produzir o que deveria, uma equipe desmotivada tende a adoecer mais e isso prejudica o fluxo de trabalho e a  qualidade de vida do colaborador. 

Porém, para motivar uma equipe é preciso conhecê-la a fundo e entender o que move essas pessoas em prol do trabalho. Você sabe o que motiva a sua?

2. Comunicação 

A comunicação é outro pilar essencial para uma boa gestão de pessoas porque simplesmente ela está em todos os processos internos. Desde como a comunicação é feita em relação às atividades que correm na empresa, até a falha na comunicação que pode gerar mal-entendidos e fofocas no ambiente organizacional.

3. Trabalho em equipe

Em um local onde todos têm um objetivo em comum, que é atingir os objetivos da organização, é esperado que haja impasses causados pela convivência e diversidades de ideias, culturas e opiniões.

Porém, as diferenças podem (e precisam) convergir e se tornar diálogos saudáveis e produtivos para a companhia e isso é uma das tarefas do gestor de pessoas. Mas para que isso seja feito com êxito, é preciso que haja uma gestão focada em criar um ambiente propício para discussões de ideias, em respeito mútuo e colaboração. 

4. Conhecimento e competência

Uma empresa que valoriza as pessoas verdadeiramente entende que com conhecimento todo mundo pode alcançar as habilidades e competências que deseja. 

Quando um colaborador é remanejado de setor, por exemplo, mas ainda não conta com a capacitação que precisa para desempenhar um bom trabalho, os gestores devem estar atentos e dispostos a ajudá-lo a adquirir a habilidade que precisa para ir longe.

5. Treinamento e desenvolvimento

Esse pilar está diretamente relacionado à prática de identificar quais gargalos existem na equipe e impedem a melhor performance, e propor meios para solucioná-los.

Nesse sentido, o treinamento e desenvolvimento podem ser tanto técnicos — que ajudarão o colaborador a adquirir os conhecimentos que ele precisa para desempenhar suas tarefas —, quanto comportamentais, as soft skills, que são as habilidades comportamentais e envolvem uma boa gestão feita com o uso de people analytics.

Diferenças entre gestão de pessoas, departamento pessoal e RH

O setor de Recursos Humanos tem a missão de impulsionar as habilidades do trabalhador e aprimorá-las de forma estratégica a favor dos resultados que a empresa deseja atingir. 

Com isso, investe em ações para contratação eficiente, treinamento, desenvolvimento, retenção de talentos e em preparar os gestores para serem melhores líderes.

Embora intimamente ligada aos Recursos Humanos e muitas empresas a adotem como um dos seus braços, a gestão de pessoas não é uma prática apenas dos profissionais de RH, mas também de todos os líderes da organização, pois o foco principal é em promover o desenvolvimento das pessoas do time.

Já o departamento pessoal (DP), é o setor que lida com as questões administrativas que envolvem a rotina dos funcionários e nada tem a ver com a performance do colaborador dentro da empresa. 

Fazer a folha de pagamento, o cálculo das horas extras, das férias e todo o processo de demissão do colaborador são algumas das atividades do Departamento Pessoal.

As vantagens de investir em gestão de pessoas

Uma gestão de pessoas feita de forma eficiente só traz benefícios para a empresa e os resultados disso podem ser percebidos em todos os setores, desde o momento da contratação até do desligamento do profissional. Veja só:

  1. forma times mais capacitados, engajados com as atividades e consequentemente mais produtivos;
  2. retém os colaboradores mais valiosos, pois eles percebem que a empresa se preocupa com o seu bem-estar e desenvolvimento e, com isso, se motivam a permanecer na empresa;
  3. melhora o clima no ambiente de trabalho pois as equipes tendem a estar mais satisfeitas;
  4. promove uma vantagem competitiva, já que a companhia começa a ser bem-vista pelo mercado e passa a ser cobiçada pelos melhores profissionais.

Gestão de pessoas estratégica: dicas de como fazer

Muitas empresas entendem o que é gestão de pessoas, mas não investem nela de forma estratégica. Saiba que esse é um erro, pois, muito além de entender o conceito, é preciso aplicá-lo a favor do negócio. Acompanhe algumas dicas!

Criar um ambiente em que todos queiram fazer parte

Se você percebe que a gestão de pessoas da companhia precisa melhorar, é hora de avaliar como é trabalhar aí na percepção dos colaboradores. Eles se sentem à vontade, são felizes e estão satisfeitos com a organização?

Existe um ambiente saudável, respeitoso e que valorize cada pessoa, sem distinção de raça, sexo, idade, formação ou classe social? Com isso em mente, é preciso criar condições para que as pessoas queiram trabalhar juntas e desejem estar onde estão.

Conectar os anseios da organização aos do time

Outro ponto fundamental para adotar uma gestão de pessoas estratégica é deixar claro para os colaboradores qual é a razão de desempenharem ações em conjunto, o motivo pelo qual o trabalho de cada um deve ser feito e porquê precisa ser bem-feito. 

Assim, as expectativas serão alinhadas e as chances de haver ruídos na comunicação serão reduzidas. E, como você conferiu anteriormente, investir em uma comunicação clara e efetiva é um dos pilares mais importantes.

Atrair e selecionar as pessoas certas

Uma boa gestão de pessoas começa com contratações corretas e feitas com estratégia. Isso ajudará a identificar e propor um plano de desenvolvimento focado no colaborador que terá chances de crescer e se desenvolver dentro da empresa. 

Comemorar com a equipe

A valorização do trabalho é uma das melhores formas de aguçar o sentimento de pertencimento nos trabalhadores e isso pode ser feito com pequenos gestos, como o ato de comemorar cada conquista. Além de reconhecer a equipe, celebrar é uma forma de impulsionar essas pessoas a se superarem constantemente.

Saiba que a forma de fazer gestão de pessoas também depende do modelo de negócio e você precisa entender a fundo qual é o da sua empresa. A partir disso, será possível pensar em soluções mais condizentes com a realidade das pessoas que trabalham nela e obter o tão esperado sucesso.

Se você precisa de ajuda para encontrar ferramentas ou software para te ajudar a começar o processo de gestão de pessoas, não se preocupe! Baixe agora o guia gratuito de tecnologias e serviços indispensáveis para RHs em 2021:

Tecnologias e serviços indispensáveis para RHs em 2021


Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados