O que é EVP e como criar uma boa Employee Value Proposition

23/8/2021

Por

Carolina Lais

O que é EVP e como criar uma boa Employee Value Proposition

O que é EVP e como criar uma boa Employee Value Proposition

Foi-se o tempo em que apenas oferecer um bom salário era o suficiente para conseguir uma equipe qualificada e motivada. Em um mercado cada vez mais competitivo, é indispensável refletir (e agir) sobre o que torna a sua empresa um excelente lugar para trabalhar.

Investir em ter um bom Employee Value Proposition, ou seja, no aprimoramento da proposta de valor que é entregue aos colaboradores, é essencial para atrair e reter os melhores talentos e aumentar a performance do negócio. 

Acompanhe os tópicos para entender melhor sobre o conceito de EVP e como implementá-lo com sucesso:

O que é Employee Value Proposition?

Em tradução livre para o português, Employee Value Proposition (EVP) significa proposta de valor ao empregado. O conceito está relacionado ao conjunto de benefícios que a empresa oferece aos colaboradores, sendo assim, toda organização possui um EVP.

A questão é que se ele for definido estrategicamente, como vamos ver com mais detalhes ao longo deste conteúdo, pode impactar a produtividade, a motivação, a atração e a retenção dos colaboradores.

Isso é extremamente importante já que não são apenas as empresas que escolhem quais candidatos são os mais indicados para as vagas. Os melhores talentos do mercado também podem analisar as vantagens de cada organização para decidir onde querem atuar.

O EVP representa o conjunto de benefícios que a empresa oferece em troca de todo o esforço e tempo que os colaboradores entregam. A proposta de valor pode incluir, por exemplo, o salário, as ferramentas de trabalho, o plano de carreira e os benefícios não obrigatórios.

Por que construir um bom EVP?

As pessoas são o principal bem de qualquer empresa, mesmo que ela não perceba isso. Afinal, são os colaboradores os principais responsáveis por desenvolver soluções, atender os clientes e tornar o negócio mais competitivo.

Como todo relacionamento, o acordo profissional é um troca e precisa ser justa e benéfica para todos os envolvidos — uma via de mão dupla. 

Diante disso, fica claro que criar um bom Employee Value Proposition, com itens escolhidos estrategicamente considerando os valores e objetivos da empresa, vai proporcionar inúmeras vantagens, entre elas destacamos:

  • mais engajamento e produtividade dos colaboradores;
  • redução do turnover e do absenteísmo;
  • fortalecimento da marca;
  • melhora no clima organizacional;
  • atração e retenção de bons profissionais.

Relação entre EVP e cultura organizacional

Construir um EVP estratégico também é investir na cultura organizacional e vice-versa. Os dois conceitos estão interligados e são igualmente importantes para o negócio. 

O Employee Value Proposition precisa estar alinhado à cultura da empresa (os seus valores, crenças, comportamentos) e também incorpora a sua identidade enquanto organização. Juntos eles determinam como a empresa é vista pelos colaboradores e como eles se sentem em trabalhar nela.

A grande diferença é que o EVP é quem a empresa é enquanto marca empregadora, já a cultura organizacional é a base de tudo e engloba todos os relacionamentos da empresa e a sua relação com a sua missão, valores e objetivos.

Como definir o EVP ideal da sua empresa

A construção de um bom EVP não é feita do dia para a noite. Como tudo que envolve recursos humanos, é preciso seguir um planejamento para alcançar o sucesso. Veja algumas etapas fundamentais:

Identifique o EVP atual

O que a empresa oferece atualmente aos colaboradores e como essas recompensas são percebidas por eles? Fazer esse diagnóstico inicial é fundamental para o que pode ser explorado e o que deve ser alterado para que a experiência dos funcionários melhore. 

Escute as necessidades dos seus colaboradores

Ninguém melhor do que os próprios colaboradores para indicar quais são as recompensas que melhor vão atender às suas necessidades. Faça pesquisas de clima e entrevistas com funcionários e ex-funcionários para descobrir a opinião deles sobre trabalhar na empresa.

Também é interessante olhar para o mercado e identificar quais são as propostas de valor oferecidas pelos concorrentes. A ideia não é copiar, mas ter insights e identificar oportunidades de se diferenciar.

Promova as mudanças necessárias

Depois do diagnóstico inicial e de analisar a opinião de quem trabalha ou já trabalhou na empresa, vai ficar muito mais fácil definir quais benefícios podem ser incluídos no EVP. 

Neste momento, é importante não esquecer que o EVP precisa estar alinhado aos valores da empresa e o perfil de colaboradores que o negócio deseja atrair. 

Além de uma boa remuneração financeira, existem uma infinidade de recompensas e benefícios que podem ser adotados de forma estratégica pelas empresas. Confira alguns exemplos:

  • plano de saúde;
  • bolsas de estudo;
  • previdência privada;
  • horários flexíveis;
  • home office;
  • ambiente de trabalho diverso e inclusivo;
  • comunicação mais assertiva.

Faça revisões periodicamente

É importante que o RH não deixe passar oportunidades de corrigir problemas ou incrementar o Employee Value Proposition.

O EVP ideal não é um modelo engessado, muito pelo contrário. O mundo, a empresa e os próprios colaboradores são dinâmicos e isso torna necessário a realização de revisões na proposta de valor. 

Divulgue a proposta de valor 

Não faz sentido ter um ótimo EVP se os colaboradores não conhecem a proposta e não utilizam os benefícios, concorda? Sempre que possível, divulgue os benefícios para funcionários, candidatos, concorrentes e a comunidade em geral.

 O impacto do EVP no processo de recrutamento e seleção

Depois de conhecer melhor o conceito de EVP e os seus principais benefícios, você já deve ter entendido a relevância dele para o processo de recrutamento e seleção, certo?

A maioria dos candidatos já entendeu o poder de escolha que possui e utiliza isso para selecionar ambientes saudáveis e maiores possibilidades de crescimento. Quando construído e aplicado adequadamente, o Employee Value Proposition atrai candidatos mais alinhados com a cultura organizacional do negócio e pode fazer com que os profissionais tenham interesse em trabalhar na empresa. 

O relacionamento fica mais justo e transparente, a proposta de valor é comunicada no começo do relacionamento e o candidato pode decidir se ela faz ou não sentido para ele naquele momento — o que também aumenta as chances de fit cultural e reduz os custos com o processo.

Outro ponto positivo é que o colaborador tem consciência das recompensas que possui no trabalho, consegue ter mais clareza para decidir o que fazer na sua carreira e em que posição pode chegar se permanecer na organização. 

Conclusão

Como vimos, investir em um EVP estratégico é uma maneira de ter um ambiente de trabalho mais produtivo e saudável, além de proporcionar processos de seleção e recrutamento mais econômicos e eficientes. Com certeza vale a pena proporcionar boas experiências e benefícios para o patrimônio mais precioso de qualquer negócio, o capital humano.

Por falar nisso, você sabia que o plano de saúde é um dos benefícios mais valorizados pelos trabalhadores? Clique aqui para baixar um guia completo e gratuito com tudo o que você precisa saber para escolher o benefício de saúde ideal para a sua empresa!

Como escolher o primeiro plano de saúde da sua startup


Logotipo Pipo Saúde
Pipo Saúde

Conectamos a sua empresa com os melhores benefícios de saúde: Planos de saúde, odontológico e muito mais para o bem estar dos colaboradores da companhia.

Inscreva-se na Newsletter da Pipo!

Imagem de um brilho.

Pronto para simplificar a  gestão de saúde da sua empresa?

Comece agora uma nova relação com o plano de saúde da sua empresa.

Quero uma cotaçãoImagem de uma estrelinha.

Posts recomendados